O cotidiano dos negros no exterior dos jornais de Porto Alegre: pistas de fotojornalismo no século XIX

Beatriz Marocco

Resumo


Existe uma coleção de fotografias que ocupa a contracorrente do discurso jornalístico sobre o cotidiano dos negros que viviam em Porto Alegre (Brasil) no século XIX. Os elementos organizados na cena fotográfica possibilitam que se inicie um jogo de visibilidade/invisibilidade entre essas fotografias e os relatos dos jornais. Neste ponto existe uma zona de descontinuidade no grande arquivo fotográfico da época, voltado em sua quase totalidade às paisagens e retratos da burguesia. Antes mesmo que houvesse condições técnicas para a reprodução fotográfica na imprensa, os Irmãos Ferrari, Virgílio Calegari e Lunara deixaram pistas em suas práticas fotográficas do que viria a ser uma espécie de fotojornalismo em que os fotógrafos se ocupam do reconhecimento do presente que lhes corresponde.

 

 


Palavras-chave


Fotojornalismo. Negros. Século XIX. Porto Alegre.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2009v5n7p161



Discursos Fotogr.

Londrina - PR

DOI: 10.5433/1984-7939

EISSN: 1984-7939

Email: revistadiscursos@uel.br




 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.