Vazamentos perversos: representações perversas e estereotipadas na campanha “Juntas Contra Vazamentos”

Muriel Emídio Pessoa Amaral, Claudio Bertolli Filho

Resumo


A proposta desse artigo é de analisar a intenção da publicidade na permanência de estereótipos pelos valores da perversão, apropriando-se de questões políticas e sociais nas montagens imagéticas. Para isso, a pesquisa tem como objeto empírico a campanha Juntas Contra Vazamentos, da marca de absorventes íntimos Always. A campanha em questão objetifica a condição da mulher em nome da promoção de um novo produto no mercado, além de construir a fetichização do corpo na promoção sinestésica por imagens que dialogam com a estética do fragrante.

Palavras-chave


Perversão; Fetiche; Publicidade; Montagem

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2017v13n23p242

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Discursos Fotogr.

Londrina - PR

DOI: 10.5433/1984-7939

EISSN: 1984-7939

Email: revistadiscursos@uel.br




 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.