Imagens que consumimos, imagens que nos consomem: afetações do corpo na era da virtualidade

Michel de Oliveira Silva, Rodolfo Rorato Londero

Resumo


Este estudo aborda a influência das imagens sobre as reconfigurações do corpo na contemporaneidade. Para traçar uma compreensão inicial sobre isso, apresenta-se a avaliação crítica de três fenômenos: o imperativo do físico perfeito, a estética da pele impecável e a lógica do corpo como mercadoria. Análise que visa estabelecer conexões entre esses processos, situando-os como componentes da complexa teia da atual cultura visual.

Palavras-chave


Semiótica da Cultura. Consumo de Imagens. Cultura Visual. Iconofagia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2015v11n18p13



Discursos Fotogr.

Londrina - PR

DOI: 10.5433/1984-7939

EISSN: 1984-7939

Email: revistadiscursos@uel.br




 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.