La última rosa de ayer: compromisso social e geração de sentido na obra fotográfica de Tina Modotti

Beatriz Rodrigues Ferreira

Resumo


Este artigo se propõe a analisar sucintamente as relações entre vida e obra da fotógrafa e militante Tina Modotti; demonstrar que seu envolvimento político no México revolucionário da década de 20 do século XX influenciou sua produção fotográfica; e estudar as fronteiras entre o envolvimento político-social e a produção de sentido na – e através da – imagem fotográfica. Para tanto, analisa algumas imagens produzidas por ela no período em que, ao mesmo tempo, se familiarizava com a fotografia e estreitava sua ligação com o Partido Comunista do México.


Palavras-chave


Análise Fotográfica. Tina Modotti - Fotógrafo. México.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2008v4n4p59



Discursos Fotogr.

Londrina - PR

DOI: 10.5433/1984-7939

EISSN: 1984-7939

Email: revistadiscursos@uel.br




 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.