Humor e resistência: as possibilidades políticas do humor nas charges do jornal

Daniel de Oliveira Figueiredo

Resumo


O Pasquim (1969-1991) é reconhecido como um dos principais exemplos da imprensa alternativa brasileira no período histórico da ditadura civil-militar (1964-1985), tanto por suas posições críticas ao regime quanto por suas inovações jornalísticas. A união de duas características inovadoras, quais sejam, o uso de imagens e o humor, compõe o núcleo deste trabalho de dissertação, que objetiva analisar o humor chárgico do jornal O Pasquim no contexto de repressão política da ditadura civil-militar brasileira. Para tanto, após um estudo teórico sobre as possibilidades políticas do humor, com ênfase na descrição do conceito de humor de transgressão, serão analisadas charges publicadas pelo O Pasquim durante o período que vai de seu surgimento até o fim do governo Médici, período que também coincide com os dois primeiros ciclos de vida do jornal, que foram organizadas para análise por temáticas, como por exemplo, censura e anistia.

Palavras-chave


Teses e Dissertações. Charge. Humor Gráfico. O Pasquim. Cartum. Ditadura Civil-Militar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-7939.2013v9n14p273



Discursos Fotogr.

Londrina - PR

DOI: 10.5433/1984-7939

EISSN: 1984-7939

Email: revistadiscursos@uel.br




 
Esta obra está licenciada com uma licença Creative Commons Atribuição-Não comercial 4.0 Internacional.