Boitatá

A Revista Boitatá (ISSN 1980-4504) é uma publicação semestral vinculada a Universidade Estadual de Londrina (UEL), de acesso livre, do GT de Literatura Oral e Popular da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Letras e Linguística (ANPOLL). Ela tem por objetivo principal disseminar trabalhos inéditos decorrentes de produções científicas de pesquisadores nacionais e estrangeiros que investigam as poéticas orais e a literatura popular.

Índice de Citações dos artigosGoogle Acadêmico

Redes Sociais:  Facebook    Instagram


A Revista Boitatá agora é Fluxo Contínuo: mais agilidade na publicação dos artigos.

Atenção: a partir deste número aceitaremos apenas artigos de Doutores, Mestres ou Mestrandos com seus orientadores. Avisamos também que a revisão dos artigos será de inteira responsabilidade dos autores.

Solicitamos atenção aos procedimento de inserção de metadados (Passo 3) durante a submissão. O método de inserção é importante para a obtenção do DOI e deve ser padronizado conforme descrito abaixo:

Inserção de Metadados

Os artigos submetidos devem seguir o seguinte modelo:

Modelo 

Tutorial para submissão de artigos: 

Submissão de artigos


v. 16, n. 31 (2021): Manifestações da cultura popular e seus múltiplos diálogos

“O nosso Brasil é exemplo
Da grande diversidade
Tem uma rica cultura
Sinal de brasilidade
Com todas as diferenças
Mostra a sua pluralidade. (Juarês Alencar Pereira).

Para Câmara Cascudo, “A cultura popular é o último índice de resistência e de conservação do nacional ante o universal que lhe é, entretanto, participante e perturbador” (1983). Dentro de uma perspectiva de pluralidade, a cultura é dinâmica e se estabelece de forma política e consciente, cujas práticas de manutenção da memória e de reinvenção das tradições, contribuem para que ela (a cultura popular) permaneça viva, fortalecendo-se cada vez mais. Desse modo, a cultura popular confunde-se com a ideia de conscientização, de ação política, de crenças, valores e posicionamentos que representem o povo, com suas práticas representadas sob os mais diversos modos de expressão e pautadas em estratégias e reinvenções de um povo e sua cultura na construção de suas identidades, na expressão das suas vozes. Nesse sentido, neste número da Revista, convidamos a todos/as que desejem contribuir com discussões acerca das diversas manifestações da cultura popular, através de suas performances, memórias e tradições, em seus diferentes gêneros de expressão (contos, romances, cantigas, cantorias de improviso, cordéis, dentre outros) e suas interfaces com as outras artes (cinema, pintura, dança etc.), evidenciando seu retrato amplo e plural.

Organizadores: João Evangelista do Nascimento Neto e Nerivaldo Alves Araújo

Edição completa

Ver ou baixar a edição completa PDF Sem título

Sumário

Expediente

 
0-4

Editorial

Nerivaldo Alves Araújo, João Evangelista do Nascimento Neto
5-7

Dossiê

Vagner de Souza Vargas
9-25
Andriolli Costa
26-36
Letícia Fernanda da Silva Oliveira
37-45
Rubens Damasceno-Morais, Vanessa Martins Leão
46-59
Ana Carolina de Souza Silva
60-70
Vanessa Tavares da silva
71-82
Ricardo Oliveira de Freitas
83-95
Ana Cristina Marinho
96-106
Genilson Leite da Silva, Bruno Rodolfo Martins
107-116
Joyce Rodrigues Silva Gonçalves
117-127
Everton Santos de Brito, Karina Figueredo Souza, Lucas Santos Café, Maria Thereza de Oliveira Azevedo
128-138
Luciene Souza Santos, Margarida da Silveira Corsi, Lana Lula Amorim
139-149

Artigos Convidados

João Evangelista do Nascimento Neto
151-166

Entrevista

Andréa Betânia da Silva
168-178