A formação do acervo IFNOPAP: método ou prática?

Alexandre Ranieri

Resumo


Este artigo teve como objetivo tratar do método entrevista do projeto IFNOPAP a partir do documento Achegas para técnica e ética de coleta com vistas a analisar os procedimentos adotados a luz tanto dos folcloristas como Renato Almeida (1965), Oswaldo Cabral (1954), entre outros, quanto dos pesquisadores nossos contemporâneos como Maria Inês de Almeida e Sonia Queiroz (2004) e Frederico Fernandes (2003) para, com isso, entender melhor o processo de desenraizamento das narrativas contidas no CD-ROM Caleidoscópio Amazônico (1998) e se as mesmas, nesse processo, ainda guardam vestígios do chamado “Etnotexto” descrito por Pelen (2001). No entanto, o objetivo maior deste artigo é definir se as ações do projeto IFNOPAP respeitam uma metodologia ou se foram feitas a partir de algumas práticas que não se chegam a se constituírem em um método. O presente artigo, portanto, é uma pequena parte da minha tese de doutorado em andamento. Nele, faço uso de outros autores importantes como Mahshall Macluhan (1972), Walter Benjamin (2001) e Paul Zumthor (2010), dentre outros.

Palavras-chave


Método; IFNOPAP; Prática; Entrevista

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Maria Inês de; QUEIROZ, Sônia. Na captura da voz: as edições da narrativa oral no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica; FALE/UFMG, 2004.

ALMEIDA, Renato. Manual de coleta folclórica. Rio de Janeiro, 1965.

AMARAL, Amadeu. Tradições Populares. Est. Introd. Paulo Duarte. São Paulo: Hucitec, 1976.

BENJAMIN, Walter. O narrador: considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. São Paulo: Brasiliense, 1994. p. 197-221

FERNANDES, Frederico Augusto Garcia. A voz e o sentido: a poesia oral em sincronia. São Paulo: Ed. Unesp, 2007.

MACLUHAN, Marshall. A galáxia de Gutenberg. São Paulo: Ed. Nacional, 1972.

MEIHY. José Carlos Bom. Manual de história oral. São Paulo: Edição Loyola, 1996.

PELEN, Jean-Noël. Memória da literatura oral. A dinâmica discursiva da literatura oral: reflexões sobre a noção de etnotexto. Trad. Maria T. Sampaio. In: Projeto História – Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em História e do Departamento de História (PUC-SP), v.22, pp. 49-77, 2001.

SIMÕES, Maria do Socorro; GOLDER, Christophe. Abaetetuba conta... Belém: CEJUP, 1995

SIMÕES, Maria do Socorro. Belém conta... Belém: CEJUP, 1995

SIMÕES, Maria do Socorro. Santarém conta... Belém: CEJUP, 1995

VILHENA, Luis Rodolfo. Projeto e Missão: o Movimento Folclórico Brasileiro, 1947-1964. Rio de Janeiro: Funarte/Fundação Getulio Vargas, 1997.

ZUMTHOR, Paul. Introdução à poesia oral. Belo Horizonte: UFMG, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428