A cosmovisão celta e a vocalidade poética: a tradição oral e as narrativas mitológicas da Idade Média

Janaina Träsel Martins

Resumo


Este artigo estuda a vocalidade na tradição oral dos Celtas e as suas reverberações na literatura medieval da Irlanda e do País de Gales. Com o foco na religião Celta, veremos as possíveis relações que os druidas e os bardos estabeleciam com as palavras, com os sons, com os cantos e com as músicas. Para esta pesquisa, foram realizados estudos interdisciplinares com as áreas da Literatura Medieval, da Religião Celta e da Arqueologia. Foram observados os fluxos migratórios da voz da tradição oral para a tradição escrita, da língua Celta Antiga para a língua Latina, da religião pagã para a religião cristã. Mais do que tecer uma sequência linear dos fatos reais, propõe-se a ampliação da escuta da historicidade da voz no seu uso, em determinados contextos históricos, sociais e ambientais. A partir do conceito de Paul Zumthor sobre a vocalidade, os textos mitológicos sobre os Celtas serão abordados considerando seus aspectos corporais, seus modos de existência como objetos da percepção sensorial e musical do ambiente.


Palavras-chave


Tradição Oral; Vocalidade; Literatura Medieval

Texto completo:

PDF

Referências


ALDHOUSE-GREEN, Miranda & Stephen. The quest for the shaman: shape-shifters, sorcerers and spirit-healers of Ancient Europe. London: Thames and Hudson, 2005.

AMIM, Mônica. MABINOGION: o maravilhoso e o utópico na construção da identidade galesa. [Tese de Doutorado] - Faculdade de Letras, UFRJ, Rio de Janeiro, 2006.

CUNLIFFE, Barry. The Celtic World. London: Constable, 1992.

CUNLIFFE, Barry. The druids. New York: Oxford University press, 2010.

DAVIES, Sioned. Mythology and the oral tradition. In: GREEN, Miranda. The Celtic world. NY, Routledge, 1995.

DAVIES, Sioned. Storytelling in Medieval Wales. Journal Oral Tradition. v.7, n.2, p. 231- 57.Columbia, 1992.

FOREST, Danu. The druid shaman: exploring the Celtic otherworld. Winchester: Moon Books, 2013.

GARLICK, Susan F. Horses, swine and magical birds: The role of animals in the Mabinogion. [Master’s thesis in Arts]. University of Wales, Trinity St David, Lampeter Campus, 2011.

GREEN, Miranda. The gods of the Celts. USA: Gloucester, 1986.

GREEN, Miranda. The world of druids. London: Thames and Hudson, 1997.

KOCH, John T. The conversion and the transition from Primitive to Old Irish c. 367-c. 637. In: Emania 13 (1995), p. 39–50.

MAC CANA, Proinsias. Celtic Mythology. England: Newnes Books, 1983.

MACLEOD, Sharon Paice. Celtic Myth and Religion: a study of traditional belief, with newly translated prayers, poems and songs. North Carolina: Mac Farland, 2012.

MACLEOD, Sharon Paice. The divine feminine in ancient Europe. North Carolina: Mac Farland, 2014.

NAGY, Joseph Falaky. Orality in Medieval Irish Narrative: an overview. In: Oral tradition journal. v.1, n. 2, p. 272-301. Columbia, 1986.

RALLS-MACLEOD, Karen. Music and the Celtic otherworld, from Ireland to Iona. Edinburg: Edinburg University Press, 2000.

SCHAFER, Murray. A afinação do mundo. Tradução de Marisa Fonterrada. São Paulo: UNESP, 2001.

STEWART, Robert. Celtic Gods, Celtic Goddesses. New York: Blandofrod, 1990.

ZUMTHOR, Paul. A letra e a voz. Tradução de Jerusa Pires Ferreira e Amalio Pinheiro. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

ZUMTHOR, Paul. Escritura e nomadismo. Tradução Jerusa Pires Ferreira e Sonia Queiroz. Cotia/São Paulo: Ateliê Editorial, 2005.

ZUMTHOR, Paul. Introdução à poesia oral. Tradução de Jerusa Pires Ferreira, Maria Lúcia Diniz Pochat e Maria Inês de Almeida. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

ZUMTHOR, Paul. Performance, recepção e leitura. Tradução Jerusa Pires Ferreira e Suely Fenerich. São Paulo: Cosac Naify, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428