Apresentação

Ana Lúcia Liberato Tettamanzy, Felipe Grüne Ewald, Marcelo Rodrigues Jardim

Resumo


Este número da Revista Boitatá dá seguimento ao anterior. Diante da expressiva quantidade de textos recebidos pela proposta inicial de tratar das Letras e Vozes indígenas e africanas, partimos para a divisão em dois números. O anterior tratou das abordagens da temática indígena. O que ora se coloca no ar concentrou a perspectiva sobre as produções africanas. Ambos os recortes dizem muito sobre nossa contemporaneidade, permeada de conflitos étnicos e comportamentos regressivos que desafiam os proclamados efeitos positivos da globalização. O mundo, de fato, tornou-se mais amplo no sentido sobretudo do alcance dos mercados transnacionais e das comunicações digitais, bem como dos fluxos populacionais. As identidades são reconfiguradas por novas possibilidades de deslocamentos e territorialização, dispersando semelhantes pelo planeta ou ainda deteriorando relações locais pelas contradições dos capitais voláteis e da insegurança disseminada.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Boitatá
E-ISSN: 1980-4504
Universidade Estadual de Londrina
E-mail: boitata@uel.br
Telefone: (43) 33714428