O uso das fontes históricas como ferramentas na produção de conhecimento histórico: a canção como mediador

Érica da Silva Xavier

Resumo


O professor não age apenas como um transmissor de conhecimento, mas como um mediador entre o objeto a ser apreendido e o aluno. Para tanto, o docente se vale de várias ferramentas mediadoras que o auxiliam nesse processo, como um objeto da cultura material, uma visita a um museu ou mesmo uma imagem ou uma música. Este artigo aborda a possibilidade de se pensar a utilização da canção enquanto documento histórico durante as aulas, pois são produções culturais carregadas de significados, tanto de forma implícita, quanto explícita. As fontes históricas, ao serem utilizadas com o intuito de mediar a produção do conhecimento em História, na prática de sala de aula, tornam-se ferramentas pedagógicas. Neste sentido, afirmamos que as fontes históricas não devem ser simplificadas a uma mera ilustração de conteúdos, uma vez que se traduzem em artefatos culturais repletos de intencionalidades. As fontes devem assumir um papel fundamental de significação na estrutura cognitiva do aluno: demonstrar as representações que determinados grupos forjaram sobre a sociedade em que viviam como pensavam ou sentiam, como se estabeleceram no tempo e no espaço. Elas devem servir para que o aluno seja capaz de fazer diferenciações, abstrações que o permitam fazer a leitura das distintas temporalidades às quais estamos submetidos.


Palavras-chave


História e Ensino; Ferramentas Pedagógicas; Mediação; Canção

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2010v3n6p1097



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

PPG-HSCNPQRevista da ABPN foi a indexada a ERIHPLUS-European REference Index for the  Humanites and Social...Indexadores
Directory of Open Access Journals – DOAJDORA