Ideias de Jovens do Ensino Médio sobre História: Um Estudo na Perspectiva da Educação Histórica

Geyso Dongley Germinari

Resumo


Os estudos ancorados nos princípios da Educação Histórica têm centrado suas analises nas estratégias de aprendizagem histórica em contextos de escolarização, tendo como pressuposto que a intervenção na qualidade da aprendizagem requer o conhecimento sistemático das ideias históricas dos estudantes e professores. Nessa perspectiva, o artigo apresenta resultados parciais de uma pesquisa sobre as ideias de jovens estudantes do Ensino Médio sobre a disciplina de História. A investigação faz parte do projeto de pesquisa mais amplo, intitulado “O pensamento histórico de jovens de escolas da região centro-oeste do Estado do Paraná”, desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Educação, da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), campus Irati-PR. A análise dos resultadosindicam que a ideais dos jovens priorizam a compreensão da História como à totalidade das ações humanas no tempo e no espaço.

Palavras-chave


Ideias de jovens; História; Educação histórica

Texto completo:

PDF

Referências


ASHBY, R; LEE, P. Children´s concepts of empathy and understanding in history. In: PORTAL. C (Ed.). The history curriculum for teacher. Londres: The Falmer Press, 1987.

BARCA, I. Educação Histórica: uma nova área de investigação? In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISADORES DE ENSINO DE HISTÓRIA, 6., 2005, Londrina. Anais... Londrina: Atrito Art, 2005. p. 15-25.

BARCA, I. Ideias chave para a educação histórica: uma busca de (inter)identidades. História Revista, Goiânia, v. 17, n. 1, p. 37-51, jan./jun. 2012

CARRETERO, M. Documentos de identidade: a construção da memória história em um mundo globalizado. Porto Alegre: Artmed, 2010.

COOPER, H. Aprendendo e ensinando sobre o passado a crianças de três a oito anos. Educar em Revista, Curitiba, n. especial, p. 171-190, 2006.

COSTA, A. L.; OLIVEIRA, M. M. D. O ensino de história como objeto de pesquisa no Brasil: no aniversário de 50 anos de uma área de pesquisa, notícias do que virá. Saeculum – Revista de História, João Pessoa, n. 16, p. 147-160, jan./jun. 2007.

DICKINSON, A; LEE, P. Making sense history. In: DICKINSON, A; LEE, P; ROGERS, P. (Eds.). Learning history. Londres: Heinemann, 1984.

EVANGELISTA, O.; TRICHES, J. Ensino de história, Didática da História, Educação histórica: alguns dados de pesquisa (2000-2005). Educar em Revista, Curitiba, n. especial, p. 33-55, 2006.

FORQUIN, J. C. Escola e cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

GOEDERT, R. Juventude(s) e escolarização: diálogos com “idéias” que construíram a imagem do sujeito jovem. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE CORPO E CULTURA. Seminário nacional de corpo e cultura: possíveis abordagens, possíveis diálogos, 1., 2007,Goiânia. Anais... Goiânia: CBCE, 2007. p. 1-13.

HOBSBAWN, E. Revolução cultural. In: HOBSBAWN, E. Era dos extremos: o breve século XX: 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1995. p. 314-336.

HUNT, L. Apresentação: história, cultura e texto. In: HUNT, L. A nova história cultural. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

LEE, P. Progressão da compreensão dos alunos em história. In: PRIMEIRAS JORNADAS INTERNACIONAIS DE EDUCAÇÃO HISTÓRICA. Perspectivas em educação histórica, 1., 2001, Braga. Actas... Braga: Uminho, 2001. p. 13-27.

LEE, P. Em direção a um conceito de literacia histórica. Educar em Revista, Curitiba, n. especial, p. 131-150, 2006.

LEE, P. Educação histórica, consciência histórica e literacia histórica. In: SÉTIMAS JORNADAS INTERNACIONAIS DE EDUCAÇÃO HISTÓRICA. Estudos de Consciência Histórica na Europa, América e África, 7., 2008, Braga. Actas... Braga: Uminho, 2008. p.11-32.

MARTINS, E. R. Historiografia contemporânea: um ensaio de tipologia comparativa. Varia História, Belo Horizonte, n. 27, p. 13-27, Jul., 2002.

MARTINS, E R. História: consciência, pensamento, cultura, ensino. Educar em Revista, Curitiba, n. 42, p. 43-58, 2011.

MARTINS, E. R. Fazer história, escrever história, ensinar história. In: SCHMIDT, M. A.; BARCA, I.; URBAN, A. C. Passados possíveis: a educação histórica em debate. Ijuí: Ed. Unijui, 2014. p. 41-55.

RÜSEN, J. Razão histórica: teoria da história: fundamentos da ciência Histórica. Brasília: UnB, 2001.

RÜSEN, J. Historiografia comparativa intercultural. In: MALERBA, J. (Org.) A história escrita: teoria e história da historiografia. São Paulo: Contexto, 2006.

SCHMIDT; M. A.; BARCA, I. Apresentação. In: SCHMIDT; M. A.; BARCA, I. Aprender história: perspectivas da educação histórica. Ijuí: Ed. Unijuí, 2009. p. 11-19.

SCHMIDT; M. A. Concepções de aprendizagem histórica presentes em propostas curriculares brasileiras. História Revista, Goiânia, v. 14, n. 1, p. 203-213, jan./jun. 2009.

SCHMIDT; M. A.; GARCIA, Tânia M. F. B. Consciência histórica e crítica em aulas de história. Fortaleza: Secretária da Cultura do Estado do Ceará/Museus do Ceará, 2006. (Cadernos Paulo Freire, v. 4).

WILLIAMS, R. Cultura e sociedade: de coleridge a orwell. Petropólis, RJ: Vozes, 2011a.

WILLIAMS, R. Cultura e materialismo. São Paulo: Editora Unesp, 2011b.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2016v9n18p67

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

PPG-HSCNPQRevista da ABPN foi a indexada a ERIHPLUS-European REference Index for the  Humanites and Social...Indexadores
Directory of Open Access Journals – DOAJDORA