Maringá no nascimento da ditadura civil-militar de 1964: análise do processo movido contra o vereador Bonifácio Martins e seus desdobramentos

Reginaldo Benedito Dias

Resumo


Este artigo tem o objetivo de analisar o processo movido pelo Estado brasileiro, após a implantação da ditadura civil-militar de 1964, contra o Bonifácio Martins, que exercia mandato de vereador no município de Maringá (PR). Perseguido por causa de seu envolvimento com lutas sociais e sindicais e por presumido vínculo com o Partido Comunista Brasileiro, Bonifácio Martins, por motivos de segurança, evadiu-se de Maringá, ficando impossibilitado de concluir seu mandato. Indiciado em Inquérito Policial Militar, foi julgado e condenado à revelia e detido posteriormente. Inversamente, investigando os desdobramentos desse processo após a redemocratização do país, o artigo analisa a demanda que Bonifácio Martins moveu contra o Estado brasileiro, visando obter reparação pelos danos sofridos, e a homenagem póstuma que recebeu em 2014, quando a Câmara Municipal de Maringá promoveu solenidade de restituição simbólica de seu mandato. Em adição, são comentados aspectos dos casos dos outros quatro envolvidos no mesmo processo, pessoas da relação pessoal ou política de Bonifácio Martins. A investigação desses processos enseja uma narrativa densa das lutas políticas que precederam e sucederam o golpe de Estado de 1964, assim como uma reflexão acerca do processo de redemocratização do país e de sua lenta transição.

Palavras-chave


Ditadura civil-militar de 1964; Bonifácio Martins; Maringá (PR); Repressão política; Reparação

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Maria H. M. Estado e oposição no Brasil: 1964/1984. Petrópolis: Vozes, 1989.

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO. Perfil dos atingidos. Petrópolis: Ed. Vozes, 1988.

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO. Brasil: nunca mais. Petrópolis: Vozes, 1989.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ANISTIADOS POLÍTICOS. Bonifácio Martins. 2001.02.00426. Sem-data.

BEZERRA, G. Memórias. São Paulo: Boitempo, 2011.

BNM69. Processo 489/69. 5ª. C.J.M. http://bnmdigital.mpf.mp.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=BIB_01&pesq=bonifacio+martins. Acesso em 25/2/2015.

BRASIL. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Comissão Especial sobre mortos e desaparecidos políticos. Direito à verdade e à memória. Brasília: SEDH, 2007.

BRITO, Angélica. A cruz vencerá o comunismo. O discurso anticomunista do jornal “Folha do Norte do Paraná” (1962-1965). Dissertação de Mestrado em História. Maringá: PPH-UEM, 2015.

CARDOSO, Irene. O arbítrio transfigurado em lei e a tortura política. In: FREIRE, A; ALMADA, I & PONCE, J.A. (orgs.). Tiradentes, um presídio da ditadura. São Paulo: Scipione, 1997.

CARVALHO, A. A. A lei, ora, a lei... In: FREIRE, A; ALMADA, I & PONCE, J.A. (orgs.). Tiradentes, um presídio da ditadura. São Paulo: Scipione, 1997.

DIAS, Reginaldo B. Sob o signo da revolução brasileira: a experiência da Ação Popular no Paraná. Maringá: Eduem, 2003.

DIAS, Reginaldo B. Da arte de votar e ser votado: As eleições municipais em Maringá. Maringá: Clichetec, 2008.

HELLER, Milton Ivan. Resistência democrática: A repressão no Paraná. Rio de Janeiro: Paz e Terra; Curitiba: Secretaria de Cultura do Estado do Paraná, 1988.

LUZ, France. O fenômeno urbano em uma zona pioneira: Maringá. Maringá: Prefeitura Municipal, 1997.

MARTINS, Bonifácio. Entrevista à Divisão de Patrimônio Histórico de Maringá. Conduzida pelos historiadores LEAL, João Laércio Lopes; GONÇALVES, José Henrique Rollo. Maringá, set., 1995.

¬¬¬¬¬¬¬MATTOS, Marco Aurélio Vannucchi & SEWNSSON JR. W. C. Contra os inimigos da ordem: a repressão política do regime militar brasileiro (1964-1985). Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

MEZAROBA, G. Anistia de 1979. O que restou da lei forjada pelo arbítrio? In: SANTOS, Cecília Macdowell; TELES, Edson & TELES, Janaina de Almeida (orgs.). Desarquivando a ditadura: memória e justiça no Brasil. v. 2. São Paulo: Hucitec, 2009. p. 372-385.

MUNHOZ, S. J. Na gênese da guerra fria: os EUA e a repressão ao comunismo no Brasil. In MUNHOZ, S. J.; SILVA, F.C.T.(orgs.) Relações Brasil-Estados Unidos: séculos XX e XXI. Maringá: Eduem, 2011, p.165-209.

PRIORI, Angelo. O levante dos posseiros: a guerrilha de Porecatu e a ação do Partido Comunista Brasileiro no campo. Maringá: Eduem, 2011.

PRIORI, Angelo. Lutas sociais e conflito político: alguns temas da história de Maringá (o II Congresso de Trabalhadores Rurais e a formação da Frente Agrária Paranaense). In DIAS, Reginaldo B. & GONÇALVES, J.H.R. (orgs.). Maringá e o Norte do Paraná: estudos de história regional. Maringá: Eduem, 1999.

REIS FILHO, Daniel Aarão. A revolução faltou ao encontro. São Paulo: Brasiliense, 1990.

SANTOS, Cecília Macdowell; TELES, Edson & TELES, Janaina de Almeida (orgs.). Desarquivando a ditadura: memória e justiça no Brasil. São Paulo: Hucitec, 2009.

SILVA, Osvaldo Heller. A foice e a cruz: comunistas e católicos n história do sindicalismo dos trabalhadores rurais do Paraná. Curitiba: Rosa de Bassi, 2006.

TELES, E; SAFATLE, V. (orgs.). O que resta da ditadura? São Paulo: Boitempo, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2015v8n15espp393

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

PPG-HSCNPQRevista da ABPN foi a indexada a ERIHPLUS-European REference Index for the  Humanites and Social...Indexadores
Directory of Open Access Journals – DOAJDORA