Do Golpe Militar a Instalação do 28º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC): à ditadura civilmilitar na capital nacional do carvão (1964 -1977)

João Henrique Zanelatto, Janete Trichês, Carlos Renato Carola

Resumo


A cidade de Criciúma foi durante várias décadas conhecida como a “capital nacional” do carvão mineral. Foi também conhecida pela forte organização dos trabalhadores das minas de carvão. Com o golpe militar de 1964 centenas de cidadãos criciumenses (ou que viviam na região carbonífera) foram presos pela ditadura acusados de comunistas, e de conspiração contra a “revolução”. Assim, o presente escrito buscou estudar como se processou o golpe em Criciúma, as tentativas de resistências, em especial no âmbito de atuação do sindicato dos mineiros e na rádio difusora. Buscou abordar a atuação da Operação Barriga Verde e por fim apontar para as preocupações dos setores dominantes da cidade, particularmente a relação dos mineradores com os trabalhadores, culminando com a instalação do GAC 28º - Grupo de Artilharia de Campanha - em 1977.

Palavras-chave


Ditadura; Tensões; Criciúma; Região; Carbonífera

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Ato Institucional nº 2, de 27 de outubro de 1965. Brasília, 1965. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/AIT/ait-02-65.htm. Acesso em: 10 abr. 2015.

COIMBRA, David. Atravessando a escuridão: memórias de um comunista casual. Criciúma: Ed. UNESC, 1996.

DREIFUSS, René Armand. 1964: a conquista do Estado. Petrópolis: Vozes, 1981.

GOMES, Iur; SOARES, Regina Maura. (Org.). Paulo Stuart Wright: o tempo, o sujeito e o mundo. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 2014.

GOULARTI FILHO, Alcides. (Org.). Ensaios sobre a economia sul-catarinense. Criciúma: UNESC, 2005.

GOULARTI FILHO, Alcides; NETO, Roseli Jenoveva. A Indústria do Vestúario: economia, estética e tecnologia. Florianópolis: Letras Contemporâneas, 1997. (Coleção Teses).

IBGE. Censo. Demográfico. 1960. Rio de Janeiro, 1960.

LEMOS, Gustavo Perez. Mineiros e Sindicalistas na cidade do carvão: Criciúma (1953-1964). 2008. Dissertação (Mestrado em História) – UFSC, Florianópolis, 2008.

MIRANDA, Antônio Luiz. Trajetória e experiência do movimento operário sindical de Criciúma – SC: da Ditadura Militar a Nova República. 2013. Tese (Doutorado em História) – UFSC, Florianópolis, 2013.

NAPOLITANO, Marcos. 1964: História do Regime Militar Brasileiro. São Paulo: Contexto, 2014.

NASCIMENTO, Dorval do. Faces da Urbe: processo identitário e transformações urbanas em Criciúma/SC (1945-1980). Criciúma: UNESC, 2012.

SANTOS, Maurício Aurélio dos. Crescimento e Crise na Região Sul de Santa Catarina. Florianópolis: Ed. da UDESC, 1997.

SANTOS, Maurício Aurélio dos. Acumulação e geração de emprego e diversificação da economia no Sul de Santa Catarina: Carvão, cerâmica e indústria do plástico. 2002. Tese (Doutorado em História) – FFLCH, USP, São Paulo, 2002.

TEIXEIRA, José Paulo. Os donos da cidade. Florianópolis: ED. Insular, 1996.

VIEIRA, Jaci Guilherme. História do PCB em Santa Catarina – da sua gênese até a Operação Barriga Verde – 1992 a 1975. 1992. Dissertação (Mestrado em História) – UFSC, Florianópolis, VITALI, Marli Paulina. União dos estudantis secundários de Criciúma (UESC): entre o conservadorismo e a resistência. 2013. Dissertação (Mestrado em Educação) – UNESC, Criciúma, 2013.

VOLPATO, Terezinha Gascho. A Pirita Humana: os mineiros de Criciúma. Florianópolis, Ed. UFSC, Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1984.

TRICHES, Janete. As oligarquias dos partidos: Criciúma/SC - 1945-1992. 1994. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Brasília, 1994.

TRICHES, J.; ZANELATTO, J. H. História Política de Criciúma no século XX. Criciúma: Ed. da Unesc, 2015. v. 1.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2016v9n17p200

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

PPG-HSCNPQRevista da ABPN foi a indexada a ERIHPLUS-European REference Index for the  Humanites and Social...Indexadores
Directory of Open Access Journals – DOAJDORA