Recortes e organizações de conteúdos históricos para o ensino

Luis Fernando Cerri

Resumo


Um dos principais problemas da Didática - geral e específica, nesse caso, da História - é o da seleção e organização de conteúdos de ensino. Considerando a complexidade e a historicidade dessa tarefa, este texto busca os fundamentos históricos das seleções e organizações de conteúdo para o ensino de História do Brasil e de História Geral, desde as origens da disciplina no século XIX às grandes linhas de organização contemporâneas de conteúdo. Parte-se do pressuposto de que os efeitos da modernidade, do nacionalismo e do europeísmo modelam e condicionam a disciplina escolar, gerando características que perduram até hoje, impondo limitações a projetos de mudanças. Intermediariamente, os processos de descolonização sustentam projetos alternativos de História e de ensino de História, entre os quais se registra a História da América, proposta no Brasil no início do século XX. Com a ressalva crítica ao quadripartismo da História Geral e ao tripartismo da História Nacional, são esquematizadas as propostas de tratamento didático do conteúdo histórico: História Geral e Nacional canônicas (abordagens tradicionais lineares), História Integrada, História Temática, História regressiva ou retrospectiva e História através dos Meios de Produção do marxismo.


Palavras-chave


Didática da história; currículo; seleção de conteúdos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2009v2n3p131



Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

PPG-HSCNPQRevista da ABPN foi a indexada a ERIHPLUS-European REference Index for the  Humanites and Social...Indexadores
Directory of Open Access Journals – DOAJDORA