O lugar a cultura política do aluno do Ensino Médio

Denilson Roberto Schena

Resumo


Relata uma pesquisa desenvolvida junto a alunos de terceiras séries do Ensino Médio do Colégio Estadual do Paraná. As reflexões realizadas neste artigo são decorrentes das atividades do projeto de intervenção pedagógica na escola denominado “O lugar da cultura política do aluno do Ensino Médio e sua relação com a aprendizagem histórica”. Este projeto teve sua origem ao contemplar uma das exigências do Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE), edição 2008, programa de formação continuada da Secretaria de Estado da Educação do Paraná. A metodologia adotada fundamentou-se em pesquisa qualitativa, na forma de estudo de caso, tendo como técnicas a pesquisa documental e procedimentos de observação. Também foram utilizados inquéritos, entrevistas e questionários. O objetivo geral da pesquisa foi identificar o lugar da cultura política do aluno do Ensino Médio e sua relação com a aprendizagem histórica; os objetivos específicos foram identificar através do referencial teórico elementos que constituam alternativas metodológicas no ensino de História, tendo como referência as ideias dos jovens estudantes, valorizar a experiência social e política do aluno nas aulas de História e identificar o conceito de cultura política existente entre os jovens do Ensino Médio.

Palavras-chave


Ensino de história; Educação histórica; Cultura política; Aprendizagem histórica; Ensino médio

Texto completo:

PDF

Referências


AGUILAR, Juan Francisco. Construcción de cultura democrática em la escuela. In: HERRERA, Martha Cecília; DIAZ, Carlos Jilmar. Educación y cultura política: uma mirada multidisciplinaria. Bogotá: Plaza & Janés, 2001.

ALBUQUERQUE, Guilhon. Movimento social e consciência social na América Latina. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

ARAÚJO, Maria Paula Nascimento. Memórias estudantis, 1937-2007: da fundação da UNE aos nossos dias. Rio de Janeiro: Relume Dumará: Fundação Roberto Marinho, 2007.

BREMBATTI, Kátia; SILVEIRA, Fabio. Jovem da capital vota menos do que o do interior.Gazeta do Povo, Curitiba, 29 set. 2008. p. 13.

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. As revoluções utópicas dos anos 60: a revolução estudantil e a revolução política na Igreja. São Paulo: Ed. 34, 2006.

ROCHE, Fabio López de la. Aproximaciones al concepto de cultura política. In: HERRERA, Martha Cecília; DIAZ, Carlos Jilmar. Educación y cultura política: uma mirada multidisciplinaria. Bogotá: Plaza & Janés, 2001.

RÜSEN, Jörn. Razão histórica: teoria da história: fundamentos da ciência histórica. Brasília: Universidade de Brasília, 2001.

SANFELICE, José Luís. Movimento estudantil: a UNE na resistência ao golpe de 64. São Paulo: Cortez, 1986.

SAVIO, Mariane. Nada rebeldes e ainda sem causas. Gazeta do Povo, Curitiba, 29 set. 2008. p. 15




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1984-3356.2012v5n10p635

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Antíteses
Londrina/PR - Brasil
ISSN: 1984-3356

antiteses@uel.br

PPG-HSCNPQRevista da ABPN foi a indexada a ERIHPLUS-European REference Index for the  Humanites and Social...Indexadores
Directory of Open Access Journals – DOAJDORA