Agência UEL de Notícias
    Londrina, Sábado, 31 de Julho de 2021 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
14/10/2019  

Coro de Ópera Barroca Color Rhetoricus apresenta Actéon

Agência UEL

Integrantes do Coro de Ópera Barroca Color Rhetoricus durante ensaio geral

O Coro de Ópera Barroca Color Rhetoricus, ligado à Divisão de Música da Casa de Cultura da Universidade Estadual de Londrina (UEL), estreia no próximo dia 26, às 21 horas, no Cine Teatro Universitário Ouro Verde, a ópera Actéon, do francês Marc-Antoine Charpentier (1643-1704). Tem direção de Elimar Plínio Machado, da Divisão de Música da Casa de Cultura.

A estreia marca os 25 anos da área de Música da Casa de Cultura, em 2020, quando o concerto entra em temporada e cumpre uma agenda de compromissos. Ao todo, o espetáculo tem cerca de 60 minutos em um só ato em seis cenas. "É uma ópera curta, mas inteira com integrantes [cênico] e com orquestra", diz Elimar Plínio Machado.

O concerto integra as atividades do Projeto Música Historicamente Informada (HMI). É formado 16 pessoas no coro cênico e nove músicos na orquestra, que tem flautas doces, cravo, instrumentos de corda (violino e violoncello) e de percussão. "A orquestra não terá regente. É uma nova experiência para desenvolver a autossuficiência em que um músico atua integrado ao outro", comenta Elimar Plínio, que assina a direção musical do concerto.

A direção cênica do espetáculo é assinada por João Telles, professor aposentado da Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Assis (SP). Ele já teve experiência com o diretor de teatro Antunes Filho, que morreu aos 89 anos, no último mês de maio. O grupo ensaia todos os dias e realiza, às terças-feiras, um ensaio geral.

Músico Daniel Sebrian e Elimar Plínio, da Divisão de Música da Casa de Cultura, divulgam o espetáculo

O músico Daniel Sebrian fará o papel principal da ópera. Ele é graduado em Música pela UEL (2011) e diz que os desafios para interpretar Actéon são muitos. "Minha experiência é como instrumentista [guitarra barroca]. É a primeira experiência cantando. A parte cênica é o maior desafio porque você usa o corpo todo". Além disso, ele destaca que a montagem é em francês antigo, com palavras pronunciadas diferentes do francês atual.

No coro, estão estudantes de Música da UEL e voluntários que não têm atuação profissional como artistas. Elimar Plínio diz que há aposentado e professor da rede pública de educação. Segundo ele, parte do material para bancar os custos do espetáculo é bancado pelos próprios integrantes. "Por isso, aceitamos patrocínio. Quem quiser financiar o espetáculo pode procurar a Divisão de Música", comenta Elimar Plínio. Ele lembra que o grupo está construindo uma máquina de vento, um artefato barroco, que tem função importante no concerto.

Sinopse - "Do ponto de vista mitológico o episódio da morte de Acteon é narrado originalmente por Hesíodo na obra Teogonia e fica mais conhecido no século XVI por meio do livro III das Metamorfoses de Ovídio. Acteon foi criado pelo centauro Quíron, que o ensinou a caçar e surpreende Diana e suas ninfas banhando-se em uma nascente. Irritada, a deusa transformou o caçador em um cervo e que se torna presa de seus próprios cães de caça, enfurecidos pela mesma magia".

Ficha técnica - Tem direção musical de Plínio Machado e direção cênica de João Telles. A concepção e criação dos figurinos são de Lais Mayumi Sant'Ana e Renata Bertolino Binelli. E arte visual: Bruno Cerkwenik. Compensados Ideal e Soluclima - Ar Condicionado Industrial.

Os personagens são Actéon (Daniel Sebrian), Diane (Larissa Oliveira), Arethuze (Liliana Pereira), Juno (Thaís Piva). O Coro de Ópera Barroca Color Rhetoricus é composto por Marcia Miliorini, Sthéfany Sebrian, Liliana Pereira, Larissa Oliveira, Valéria Moura, Graça Moraes, Jerusa Crespo Rosa, Thaís Piva, Luiz Tiritan, Ronald Ferreira, Daniel Sebrian, Fernando Teixeira, Pedro Retz, Ezequiel Brito, Bruno Esser, Aldo Gabriel.

Orquestra Barroca Capriccio Stravagante é formada ainda por Flautas doces: Luciana Schmidt, Luciana Hisatomi. Violinos: Fernando Campaner, Jackson Batista. Violoncello: Rose Taques. Cravo: Gislaine Mafra. Percussão: Guilherme Aroceno.

Serviço

Opera de Marc-Antoine Charpentier.

Local: Teatro Universitário Ouro Verde, dia 26 de outubro, às 21 horas.

Ingressos: R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia).


rodapé da notícia

  13h46 30/07/21 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  13h47 29/07/21 - Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  15h13 28/07/21 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  13h16 27/07/21 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  14h11 26/07/21 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
D
DESTAQUES ::.

Gênero cômico faz parte do ensino de Artes Cênicas

Compostos são alternativas para tratar a Leishmanios

Síndrome associada à Doença de Chagas tem alto índic

Projeto auxilia crianças a superar dificuldades moto
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br