Agência UEL de Notícias
    Londrina, Sábado, 31 de Julho de 2021 -  Busca   

 · Agência UEL de Notícias  · Jornal Notícia
13/06/2019  

Museu Histórico de Londrina é espaço de guarda e preservação da história e memória

Agência UEL

Mais de 33 mil visitantes em 2018

Os números do Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss, órgão suplementar da UEL - vinculado ao Departamento de História - impressionam e colocam o setor como principal espaço de preservação da memória e história de Londrina. Só em 2018 foram mais de 33 mil visitantes, entre escolas e grupos agendados, além de visitantes individuais. A entrada é gratuita.  

O espaço, que preserva a história e a memória do município, abriga 8.250 peças. Portanto, é referência no estado no que diz respeito à guarda de objetos e itens históricos, preservando parte da trajetória da cidade. Tem como objetivo desenvolver atividades de resgate, preservação e divulgação histórico e cultural de Londrina e região. Além de oferecer exposições permanentes, também traz importantes exposições para a cidade. É o caso da Múltiplo Leminski, que traz parte da produção do conhecido escritor e poeta curitibano Paulo Leminski.

Aberta ao público em março deste ano, mesmo ano em que o artista e poeta paranaense Paulo Leminski completaria 75 anos, a Múltiplo Leminski já recebeu cerca de quatro mil visitantes. Segundo a diretora do Museu Histórico, professora Edmeia Ribeiro, a exposição conseguiu atender às expectativas e levar as pessoas ao Museu.

Exposição fica aberta até 30 de junho e já recebeu mais de quatro mil visitantes

"Sempre tivemos um público grande, mas com a exposição de Paulo Leminski várias outras pessoas que não tinham o hábito de vir ao museu acabaram vindo. Muitas escolas que sempre fazem o agendamento para visitarem a exposição de longa duração, vieram também em função da exposição de Leminski. As faculdades e universidades de Londrina e região também estiveram presentes, ou seja, a exposição atingiu a região como um todo", avalia a diretora.

O Museu recebe estagiários de diversos cursos da UEL e de outras universidades da região, como alunos dos cursos de História, Pedagogia, Design de Moda, Turismo, Design Gráfico, Arquitetura, Biblioteconomia, Arquivologia e outros. Desse modo, ele funciona, também, como espaço de aprendizagem e também espaço que serve para o desenvolvimento de projetos de pesquisa e extensão. 

Hoje, entre os demais projetos desenvolvidos no Museu está o projeto Contação de Histórias do Norte do Paraná: memória e educação patrimonial, ligado ao curso de História, do Centro de Letras e Ciências Humanas. Também são ministradas no prédio as disciplinas Museu I e Museu II. Elas foram introduzidas na nova grade curricular do curso.

História - Inaugurado em 18 de setembro de 1970, o Museu Histórico de Londrina era localizado na antiga Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Londrina, no porão do Colégio Hugo Simas. Em 1974, o Museu passou a ser um órgão suplementar da Universidade Estadual de Londrina. O Museu ocupa o prédio da antiga Estação Ferroviária de Londrina desde 10 de dezembro de 1986. No prédio atual, o Museu abriga dois espaços de exposições, localizados no primeiro andar. Um dos espaços acomoda a exposição de longa duração - também chamada de permanente - e o outro para exposições temporárias.

Plataforma Pergamum

O Museu Histórico ainda faz parte da plataforma Pergamum - Sistema Integrado de Bibliotecas - que abriu uma plataforma para abranger o arquivo de museus. As imagens arquivadas no Museu Histórico serão digitalizadas. Pela Pergamum é possível acessar os arquivos por meio de pesquisa na internet, democratizando o acesso aos documentos históricos.

Exposição de Longa Duração

A exposição de longa duração reconta a história da formação da cidade londrinense como é conhecida hoje. São expostos objetos que contam a história a partir do recorte em três momentos: a chegada da Companhia de Terras, num primeiro período de derrubada da floresta nativa; a urbanização, os migrantes que chegaram na região e a diversidade de ofícios para a formação da cidade; desenvolvimento do trabalho, instituições e vida cultural durante os anos 1970.

ASAM - Vale ressaltar que o Museu conta com apoio da Associação dos Amigos do Museu (ASAM), formada por pioneiros e seus descendentes, amigos e voluntários que prestam um importante serviço ao setor, especialmente no apoio a eventos e demais atividades culturais que são realizados no local.

Serviço

Horário de funcionamento do Museu Histórico de Londrina (entrada gratuita)

Terça-feira a sexta-feira, das 9 às 11h30 e das 14h30 às 17h30. Aos sábados: 9 às 11h30 e das 13h30 às 17 horas. E domingos: 13h30 às 17 horas. O Museu Histórico fica na Rua Benjamin Constant, 900 (Centro). O agendamento de visitas para grupos, escolares ou não, é realizado pelo telefone (43) 3323 - 0082.

(Com informações do Museu Histórico de Londrina).


rodapé da notícia

  13h46 30/07/21 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  13h47 29/07/21 - Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  15h13 28/07/21 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  13h16 27/07/21 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
  14h11 26/07/21 Revista do Meio-Dia (UEL FM)
D
DESTAQUES ::.

Gênero cômico faz parte do ensino de Artes Cênicas

Compostos são alternativas para tratar a Leishmanios

Síndrome associada à Doença de Chagas tem alto índic

Projeto auxilia crianças a superar dificuldades moto
B
BUSCA no SITE ::.
C
CANAIS ::.
COMITÊS / COMISSÕES
OUTROS ENDEREÇOS
PORTAIS
PROGRAMAS / PLANOS
SAÚDE
SERVIÇOS
Fale com o Reitor
Holerite
Certificados Declarações
L
LINKS ::.
                             
© Universidade Estadual de Londrina
Coordenadoria de Comunicação Social
Rodovia Celso Garcia Cid | Pr 445 Km 380 | Campus Universitário
Cx. Postal 10.011 | CEP 86.057-970 | Londrina - PR
Fone: (43) 3371-4361/4115/4331  Fax: (43) 3328-4593
e-mail: noticia@uel.br