A poesia da rua que brota o mundo

Luciana Sacramento Moreno

Resumo


O artigo tece análise sobre a concepção de literatura que permeia os poemas e textos em prosa poética presentes nos livros Colecionador de pedras e Literatura, Pão e Poesia, do escritor Sérgio Vaz. O autor se inclui na cena contemporânea brasileira, no movimento literário designado de Literatura Periférica. Pensar tal produção, pelo viés da análise literária, se constitui em empreendimento significativo, porque a produção acadêmica em torno desta literatura tem se dedicado mais a questões sociológicas do que literárias e visa, além de promover a leitura de tais obras, fomentar a discussão sobre os espaços literários em que esses textos são escritos, considerando o seu contexto de produção. Por isso, trilhou-se o percurso metodológico da pesquisa bibliográfica. O referencial teórico que lastreia esta discussão, no que se refere aos estudos da literatura brasileira contemporânea, referenda-se em Lajolo (2001), Resende (2008), Dalcastgné (2012), Nascimento (2009), Reyes (2013), Barthes (1978) e Candido (2000)

Palavras-chave


Literatura; Periferia; Contemporâneo; Sérgio Vaz.

Texto completo:

PDF

Referências


CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade. 8. ed. São Paulo: T. A. Queiroz, 2000.

CANDIDO, Antonio. Vários escritos. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2004.

CHIAPINNI, Lígia. Do beco ao belo: dez teses sobre regionalismo.

CRISTÓVÃO, Fernando Cristóvão, Maria de Lourdes Ferraz & Alberto Carvalho. Nacionalismo e regionalismo nas literaturas lusófonas. Lisboa: Cosmos, 1997, pp. 153-159.

DALCASTGNÉ, Regina. Literatura brasileira contemporânea: um território contestado. Vinhedo: Horizonte, 2012.

HOLLANDA, Heloisa Buarque de. Apresentação. Alejandro Reyes. Vozes dos porões: a literatura periférica/ marginal do Brasil. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2013, p. 7.

LAJOLO, Marisa. Literatura: Leitores & leitura. São Paulo: Moderna, 2001.

NASCIMENTO, Érica do. Vozes marginais na literatura. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2009.

PAES, José Paulo. Convite. Disponível em: https://www.escrevendoofuturo.org.br/caderno_virtual/introducao-ao-generopoema/index.html. Acesso em: Maio 2019. 

RESENDE, Beatriz. Contemporâneos: expressões da Literatura Brasileira do século XXI. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2008.

REYES, Alejandro. Vozes dos porões: a literatura periférica/ marginal do Brasil. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2013.

SARAMAGO, José. Ensaio sobre a cegueira. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

SCHOLLHAMMER, Karl Erich. Ficção brasileira contemporânea. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

VAZ, Sérgio. Colecionador de Pedras. São Paulo: Global, 2013.

VAZ, Sérgio. Literatura, pão e poesia. São Paulo: Global, 2011.

VAZ, Sérgio. O que é Literatura Periférica. 2015. Disponível em: https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=461452470600842&id=354571867955570, acesso em novembro de 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2020v38p104

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Fale conosco