Quando a literatura encontra a música: reflexões em torno dos diálogos intertextuais em "Lisboaleipzig 2: o ensaio de música", de Maria Gabriela Llansol

Jorge Vicente Valentim

Resumo


Apresenta-se, aqui, uma proposta de leitura da obra Lisboaleipzig 2: o ensaio de música (1994), da escritora portuguesa Maria Gabriela Llansol, procurando observar os diálogos intertextuais estabelecidos entre a sua efabulação ficcional e as técnicas composicionais do músico alemão Johann Sebastian Bach. A partir da observação de elos ordenados entre estas duas instâncias discursivas, objetiva-se uma reflexão que contemple o fenômeno da intertextualidade como recurso criador.

We present here a reading proposal for Lisboaleipzig 2: O ensaio de música (1994), by the Portuguese writer Maria Gabriela Llansol, trying to observe the intertextual dialogue established between his fictional work and the compositional techniques of the German musician Johan Sebastian Bach. From the observation of sorted links between these two discursive instances, the objective is a reflection that addresses the phenomenon of intertextuality as a creator feature.


Palavras-chave


Intertextualidade; Literatura e Música; Maria Gabriela Llansol; Intertextuality; Literature and Music

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2015v30p42

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Fale conosco