A narrativa do gângster e a moral cristã em "Little Caesar" de Mervyn Leroy

Elder Kôei Itikawa Tanaka

Resumo


Esse artigo discute Little Caesar (Mervyn LeRoy, 1930) a fim de observar como as adaptações feitas a partir do romance homônimo escrito por W. R. Burnett em 1929 alteraram o texto original, sobretudo no que diz respeito ao tom moralista cristão da narrativa. Nosso objetivo é identificar, por meio da análise de algumas das cenas de Little Caesar, a ocorrência dessas adaptações e o efeito causado na narrativa. 

This article discusses Little Caesar (Mervyn LeRoy, 1930) in order to observe how the adaptations made from W. R. Burnett’s novel of the same name published in 1929 altered the original text, mainly regarding the Christian moralistic tone of the narrative. Our aim is to identify, through the analysis of some of Little Caesar’s scenes, these adaptations and their effect on the narrative


Palavras-chave


gângster; literatura; cinema; adaptação; gangster; literature; cinema; adaptation

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2015v29p21

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Fale conosco