Mito, memória e afrodescendência

Robson Dutra

Resumo


Este texto tem como objetivo estabelecer algumas confluências entre textos de Luiz Gama e Maria Firmina Reis, publicados no século XIX, e sua reflexão em dois romances da escritora afro-brasileira Conceição Evaristo. A partir de um ponto de vista humanista e inclusivo, estes textos são analisados e suas similaridades evidenciadas, sobretudo no que se refere ao tratamento dado ao negro e à mulher, sublinhando o debate a respeito das literaturas produzidas pelas denominadas minorias.
The present article intends to establish some confluences among texts by Luiz Gama and Maria Firmina Reis, published in the 1800s and its reflection on two novels by Afro-Brazilian Conceição Evaristo. From a humanistic perspective, these texts are analyzed and their similarities were highlighted, especially concerning the treatment provided to blacks and to female characters, underlining the debate about the literatures produced by the so-called minorities.

Palavras-chave


mito; memória; negro; afro-descendência; myth; memory; negro; afro-descendency

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2009v17p95

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Fale conosco