Vozes femininas e étnicas: a narrativa enquanto expressão da vida

Maria Aparecida de Barros

Resumo


A memória de duas mulheres afro-descendentes, uma pertencente ao século XIX, conto "A Escrava", de Maria Firmina dos Reis, e outra ao século XXI, depoente que integra nossa pesquisa de Mestrado, é ponto angular deste trabalho. Aproximar essas vozes, permeadas pelos saberes da cultura africana, que mesmo separadas no tempo e no espaço, revelam o que é ser mulher negra numa sociedade excludente, constituiu nosso objeto de estudo.

The memory of two african descendants, one from the 19th century tale “A Escrava” by Maria Firmina dos Reis, and the other from the 21st century, a deponent to my research, is a vertex in this work. Approaching these voices permeated with the taste of the african culture although apart in time and space reveal what is to be a black woman in an exclusive society.


Palavras-chave


benzimento; memória; religiosidade; voz feminina; blessing; memory; memory voice; religiousity

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2009v17p29

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Fale conosco