O romance-reportagem: implicações estéticas e ideológicas

Ana Paula F. Nobile Brandileone

Resumo


O pacto firmado entre o jornalismo e a literatura na década de 70, mais especificamente da literatura que está de olho no jornalismo, foi a base do romance-reportagem, que atuou com relevância no período da ditadura militar. Nesse contexto de repressão e violência foi então que o romance-reportagem fixou as suas bases e se fortaleceu, pois silenciados pela censura e pela versão oficial dos fatos os jornalistas tiveram que buscar outras formas para comunicar a realidade brasileira. São algumas reflexões sobre esse gênero que este artigo se propõe a discutir. 

ABSTRACT: The pact established between journalism and literature in the 70s, more specifically from the literature that focus on journalism, was the basis of the novel-report, which acted with significance in the period of military dictatorship. It was in this context of repression and violence that the novel-report set its foundations and strengthened itself, for journalists silenced by censorship, and by the official version of events had to seek other means to communicate the Brazilian reality. Some thoughts about this genre are  this article's propositions to discuss.   


Palavras-chave


romance-reportagem; jornalismo versus literatura; ditadura militar; novel-report; literature versus journalism; military dictatorship

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2010v19p17

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Fale conosco