Laços de família: alguns nós na literatura brasileira

Evelyn Blaut Fernandes

Resumo


Clarice Lispector é, talvez, a mais importante escritora brasileira. Pela sua escrita densamente concentrada na experiência interior e pelo que questiona, às vezes ironicamente, a função “mulher” na sociedade brasileira. Acredito que o ano em que se comemora cinquenta anos da publicação de Laços de família pode ser a oportuna ocasião para refazer a leitura deste conjunto de contos e, com eles, repensar alguns laços, desatar nós e reavaliar o imaginário familiar neste meio século. Por isso, leio o emblemático “Uma galinha”, conto em que a domesticidade e a maternidade tornam-se temas incontornáveis, assim como em “O ovo e a galinha”, de A legião estrangeira.

Palavras-chave


Clarice Lispector; Laços de família; Ficção brasileira; Literatura e maternidade

Texto completo:

PDF

Referências


BACHELARD, Gaston. 2000. A poética do espaço. São Paulo: Martins Fontes.

BADINTER, Elizabeth. 1985. Um amor conquistado: o mito do amor materno. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

BOURDIEU, Pierre. 1999. A dominação masculina. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.

COOPER, David. 1994. A morte da família. 3.ed. São Paulo: Martins Fontes.

DA MATTA, Roberto. 1997. A casa & a rua. Rio de Janeiro: Rocco.

FERNANDES, Evelyn Blaut. 2007. Da arte de se fazer pequena. Encontro com a obra de Clarice Lispector: a estrela e o coração selvagem. Rio de Janeiro: FL/ UFRJ. CD-ROM.

FERNANDES, Evelyn Blaut. 2010. Luiza Neto (para) Jorge: um ramo contínuo saído da sua raiz. Colóquio “A caminho do mar, mão na outra mão” em homenagem ao Professor Jorge Fernandes da Silveira em seu 40º aniversário de UFRJ. Organização Luis Maffei. Rio de Janeiro: FL/ UFRJ. prelo.

FOUCAULT, Michel. 1977. “Os corpos dóceis”. Vigiar e punir. História da violência nas prisões. Petrópolis: Vozes.

KEHL, Maria Rita. 1996. A mínima diferença: masculino e feminino na cultura. Rio de Janeiro: Imago.

LISPECTOR, Clarice. 1992. A legião estrangeira. São Paulo: Siciliano.

LISPECTOR, Clarice. 1998. Laços de família. Rio de Janeiro: Rocco.

LOPES, Adília. 2006. Le vitrail la nuit * A árvore cortada. Lisboa: & etc.

NUNES, Benedito. 1995. “A paixão de Clarice Lispector”. In: NOVAES, Adauto. Os sentidos da paixão. São Paulo: Companhia das Letras.

PEQUENO, Tatiana. 2009. Réplica das urtigas. Rio de Janeiro: Oficina Raquel.

RAMOS, Nuno. 2008. Ó. São Paulo: Iluminuras.

XAVIER, Elódia. 2007. Que corpo é esse? O corpo no imaginário feminino. Florianópolis:Ed. Mulheres.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2010v20p15

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Os artigos têm Identificador de Objeto Digital (DOI). 
 
Índice de Citações dos artigosGoogle Acadêmico

a) índice h1 - (>2016) - 11
b) índice i10 - (>2016) - 10

MIAR - ICDS (2021) - 6.3

Fale conosco