Testemunho e oralidade nos contos de Marcelino Freire: um olhar além da violência

Flávia Heloísa Unbehaum Ferraz

Resumo


Nas últimas décadas a crescente violência urbana mostrou não só grandes mudanças no comportamento social como também influenciou a cultura. Na idéia da violência reside a ameaça do imprevisível. O interesse crescente pelas narrativas de testemunho carrega o desejo de conseguir, por intermédio da experiência do outro, o conhecimento necessário para ultrapassar o caos. O presente artigo pretende mostrar como o testemunho e a oralidade nos contos de Marcelino Freire provocam nosso olhar para além do espetáculo da violência.

In the last decades the increasing urban violence has shown not only great changes in the social behavior as well as have influenced the culture. In the thought of violence lives the threat of the unexpected. The increasing interest for testimonial narratives carries the desire to obtain, by the others experience, the necessary knowledge to overcome chaos. I want to show how the testimonial and the orality in Marcelino Freire’ stories provoke our mind to go beyond the show of violence. 


Palavras-chave


violência; marginalidade; testemunho; oralidade; violence; marginality; testimony; orality

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2009v15p28

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Fale conosco