Corpos andarilhos nos espaços das cidades

Henrique Roriz Aarestrup Alves

Resumo


Os romances A fúria do corpo, de João Gilberto Noll e O rei de Havana, de Pedro Juan Gutierrez, apresentam, em suas narrativas, intensas relações entre os corpos de seus personagens e os espaços de suas respectivas cidades, Rio de Janeiro e Havana. Nesses contatos, os corpos funcionam como referência identitária, intermediados por frequentes relações sexuais e diversos tipos de violência. Esse movimento parece encontrar ressonância no incessante perambular pelas cidades, indicando significativos deslocamentos e relativização de fronteiras.

The novels A fúria do corpo by João Gilberto Noll and O rei de Havana by Pedro Juan Gutierrez present an intense relation between the characters’ bodies and the spaces about their respective cities, Rio de Janeiro and Havana. In these contacts the bodies work as an identity reference, intermediated by frequent sexual relationship and various kinds of violence. This movement seems to find resonance at the incessant wandering in the cities, indicating a meaningful displacement and disrupting bounders. 


Palavras-chave


erotismo; violência; corpo; cidade; eroticism; violence; body; city

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2009v15p6

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Fale conosco