Entre filhos e panelas: a imagem da mulher na lírica bilaquiana

Marta Yumi Ando

Resumo


O presente estudo tem por objetivo analisar a ideologia patriarcal em Poesias infantis (1904) de Olavo Bilac, considerada uma das obras mais representativas da gênese da literatura infantil brasileira. Diante da leitura empreendida, constatamos que o modo como são construídas as imagens do homem e da mulher evidenciam a concepção patriarcal, uma vez que o poeta não apenas retrata, como também reforça a realidade social na qual predominava uma visão reducionista da mulher. The research intends to analyse the patriarchal ideology in Olavo Bilac’s Poesias infantis(Poetry for children, 1904), considered one of the most representative work at the beginning of Brazilian literature for children. We verified that the way how the images of man and woman are built shows a patriarchal conception, seeing that the poet represent but also emphasizes the social reality, in which predominates a limited vision of woman.

Palavras-chave


imagem da mulher; poesia infantil; Olavo Bilac; woman’s image; poetry for children

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2008v13p49

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Fale conosco