Aspectos da Polifonia de As Meninas e sua Tradução para o Italiano

Caroline Pizzolo Torquato

Resumo


Este artigo observa como a tradução italiana de As meninas, de Lygia Fagundes Telles, lida com a tipologia de narrador e com a multiplicidade de vozes presentes no romance. Por meio de alguns exemplos, é possível perceber que as diferenças lingüísticas entre o português e o italiano nem sempre permitem que o texto italiano preserve a ambigüidade na mudança de narrador.

Palavras-chave


As meninas; Tradução; Polifonia; Narrador

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. 2005. Problemas da poética de Dostoiévski. Tradução de Paulo Bezerra. Rio de Janeiro: Forense Universitária.

CANDIDO, Antonio. 2005. “A personagem do romance”. A personagem de fi cção. São Paulo: Perspectiva. 51-80.

GENETTE, Gérard. 1976. Figure III. Discorso del racconto. Tradução de Lina Zecchi. Torino: Einaudi.

LOPES, Edward. 2003. “Discurso literário e dialogismo em Bakhtin”. Dialogismo, polifonia, intertextualidade. São Paulo: Edusp. 63-81.

TELLES, Lygia Fagundes. 1998. As meninas. 32. ed. Rio de Janeiro: Rocco.

TELLES, Lygia Fagundes. 2006. Ragazze. Tradução de Federico Pesante. Roma: Cavallo di Ferro.

TORQUATO, Carolina Pizzolo. 2007. Eco de vozes – tradução e análise de As meninas, de Lygia Fagundes Telles. Tese (Doutorado em Literatura). Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina.

VERDAGUER, Maria Eugênia. 2004. “Aspecto verbal na tradução do pretérito perfeito do português ao italiano”. Revista de Italianística n. IX (São Paulo): 185-201.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2007v11p12

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Os artigos têm Identificador de Objeto Digital (DOI). 
 
Índice de Citações dos artigosGoogle Acadêmico

a) índice h1 - (>2016) - 11
b) índice i10 - (>2016) - 10

MIAR - ICDS (2021) - 6.3

Fale conosco