"A Salamanca do Jirau": uma Leitura da Auto-representação Gaúcha

Marli Cristina Tasca Marangoni

Resumo


O presente estudo discute a maneira como a sociedade gaúcha representa a si mesma, no texto literário “A salamanca do Jarau”, escrito por João Simões Lopes Neto. Para tanto, são investigadas algumas das oposições estruturantes da auto-identidade sul-riograndense, a partir de uma leitura das relações que se estabelecem com o passado mítico atribuído ao grupo social, em vista da problematização da circunstância presente. A análise dos posicionamentos das personagens, bem como de elementos simbólicos presentes na narrativa evidencia a consolidação de transformações no processo de constituição da identidade cultural da sociedade representada. The present research discusses the way how the “gaúcha” society represents itself in the literary text “A salamanca do Jarau”, written by João Simões Lopes Neto. For that, some self-identity’s structural oppositions are investigated, based on a particular reading of the relations between them and the mythic past attributed to the social group, intending to discuss the society’s present situation. The analysis of the characters’ opinions, and of the symbolic elements present in the narrative makes see the consolidation of the changes occurred in the process of constitution of a cultural identity of the represented society.


Palavras-chave


identidade cultural; representação; mito; cultural identity; representation; myth

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2007v10p77

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Fale conosco