Nos Limites da Narrativa: Cidade de Deus e a Dramatização da Estrutura Social Brasileira

Lívia Lemos Duarte

Resumo


Estudo da narrativa Cidade de Deus, de Paulo Lins, tendo como foco a questão de como seu texto se relaciona com a construção crítica da modernidade brasileira e consegue sustentar-se como um universo autônomo do extrafictício. Embora tenha estreitos vínculos com a realidade exterior, o romance adquire valor como obra ficcional devido a seus componentes formais, como a configuração do seu espaço narrativo, o discurso do narrador, a influência da abordagem etnográfica e da linguagem popular marcada pela criatividade das gírias.

 Study of Paulo Lins’s narrative Cidade de Deus, aiming at the questions “how does its text relate to the critical building of Brazilian modernity?” and “how does it get to sustain itself as an autonomous universe of the extra-fictional?”. In spite of having close relations with the external reality, it acquires value as a fictional work because of its formal components such as: the narrative space design, the narrator’s speech, the influence on the ethnographic approach, and the popular language, and their slang structures.

Palavras-chave


modernidade; ficção; favela; narração; modernity; fiction; favela; narration

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2007v9p77

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Os artigos têm Identificador de Objeto Digital (DOI). 
 
Índice de Citações dos artigosGoogle Acadêmico

a) índice h1 - (>2016) - 11
b) índice i10 - (>2016) - 10

MIAR - ICDS (2021) - 6.3

Fale conosco