As Histórias Literárias do Cônego Fernandes Pinheiro e o Cânone Literário Brasileiro

Carlos Augusto de Melo

Resumo


Este trabalho traz a proposta de refletir a constituição do cânone literário brasileiro, a partir da hipótese de que as histórias literárias sejam um dos instrumentos mais importantes de canonização dos nomes num sistema literário. No Brasil, a formação de nosso quadro canônico literário revela-se, em grande parte, nas pioneiras narrativas históricas românticas – como, por exemplo, as do Cônego Fernandes Pinheiro-, uma vez que só através delas que se primeiro preocupa em legitimar uma tradição literária nacional que, de algum modo, inspiraria as nossas manifestações historiográficas posteriores.

 The goal of this essay is to think about the organization of Brazilian literary canon, beginning from the idea that one of the most important factors to meld the writers and their works into the literary system is the literary history. The formation of our literary canon must be connected to the romantic pioneer histories –  the work by clergyman Fernandes Pinheiro could be an example – because they brought the formulation about our literary tradition, building a canon which those literary histories will select later.

Palavras-chave


Histórias Literárias; Cânone Nacional; Cônego Fernandes Pinheiro; Literary History; Literary Canon

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2007v9p57

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Os artigos têm Identificador de Objeto Digital (DOI). 
 
Índice de Citações dos artigosGoogle Acadêmico

a) índice h1 - (>2016) - 11
b) índice i10 - (>2016) - 10

MIAR - ICDS (2021) - 6.3

Fale conosco