Deficiência ou Eficiência de Visão: Especulações em Torno do (Hiper?) Real

Maria Cristina Ribas

Resumo


Tentamos aqui entender os novos realismos a partir tanto da experiência do olhar, entendido como categoria de interpretação, quanto de algumas reflexões sobre o valor de (hiper)real, inspiradas em Slavoj Zizek e Baudrillard. A nossa pergunta sobre como olhar e para que real, foi estimulada pelos filmes Janela da Alma (2001), de João Jardim e Walter Carvalho, Microcosmos (1996), de Claude Nuridsany e Marie Pérennou e o primeiro Matrix (1999), de Larry e Andy Wachowski; e a questão estará voltada para os olhares dos poetas Manuel Bandeira, Manoel de Barros e do fotógrafo esloveno – cego? - Evgen Bavcar. 


This study is an exploration of the new realisms. The point of departure is the experience of the gaze, taken as a category of interpretation, as well as some thoughts regarding the value of the (hyper)real, inspired by Slavoj Zizek and Baudrillard. Our question regarding how to look and at what real, was aroused by João Jardim´s e Walter Carvalho´s movie Janela da Alma (2001), Claude Nuridsany´s and Marie Pérennou´s Microcosmos (1996), and Larry and Andy Wachowski´s Matrix(1999). The question is directed to the gaze of poets such as Manuel Bandeira and Manuel de Barros, and the Slovenian  - blind (?)- photographer Evgen Bavcar.

Palavras-chave


gaze; real; virtual; hyperreal; image; olhar; real; virtual; hiperreal; imagem

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2006v8p11

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Fale conosco