Contribuições de Haroldo de Campos para um Programa Tradutório Latino-Português

Brunno V. G. Vieira Vieira

Resumo


Partindo de um percurso pelas traduções de Haroldo de Campos no campo da Literatura Latina, o presente artigo oferecerá uma visão geral sobre as concepções tradutórias haroldianas no seu trabalho com a poesia dos antigos romanos. Atenção especial será dada ao paradigmático programa tradutório latino-português instaurado para transcriação do excerto ovidiano denominado “A morte de Narciso”.

This paper explores the translating work of the Brazilian poet Haroldo de Campos in the Ancient Roman Literature milieu and discusses some elements of his translation theory, mainly, his Latin-Portuguese translation project. This intent naturally raises some questions about Campos’ reading of poets like Catullus, Horace and Ovid, in order to understand the presence of antiquity in his post-modern thought. Closer treatment was reserved to Ovid’s passage “The death of Narcisus” (Metamorphoses, III, 407-510), paradigmatically “transcreated” by him


Palavras-chave


Haroldo de Campos; tradução de poesia; literatura latina; translation studies; Latin literature

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2006v7p80

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Os artigos têm Identificador de Objeto Digital (DOI). 
 
Índice de Citações dos artigosGoogle Acadêmico

a) índice h1 - (>2016) - 11
b) índice i10 - (>2016) - 10

MIAR - ICDS (2021) - 6.3

Fale conosco