“Luas de Mel” - Nas Malhas da Sedução

Martha Augusta Gonçalves

Resumo


A sedução, no conto “Luas de mel”, manifesta-se, num primeiro momento, entre enunciador e enunciatário a partir do discurso em primeira pessoa, que cria um efeito de aproximação, deixando fluir uma relação de cumplicidade entre eles. Concretiza-se, mais tarde, no nível discursivo, nas referências delicadas e reticentes do enunciador à sua mulher. Tais expressões de carinho velado vão crescendo em intimidade à medida que o fazendeiro deixa-se envolver pelo clima que instaurado na fazenda com os preparativos para o casamento. Pretende- se, portanto, analisar os níveis de sedução que se revelam no conto, tendo como apoio o modelo semiótico greimasiano.

 Seduction, in the short story “Luas de mel”, is manifested, in a first moment, between the enunciator and the enunciatary departing from the discourse in the first person, that creates an effect of proximity, letting a relationship of cumplicity between them flow. It becomes concrete, later on, in the discourse level, in the delicate and reticent references from the enunciator to this woman. Such expressions of hidden kindness grow gradually in intimacy when the farmer lets himself get involved by the atsmophere that is installed on the farm with the preparation for the wedding. It is intended, therefore, to analyse seduction levels which are reveiled throughout the short story, having the semiotic greimasian model as its support.

Palavras-chave


semiótica; discurso; sedução; Semiotics; discourse; seduction

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2006v7p55

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Os artigos têm Identificador de Objeto Digital (DOI). 
 
Índice de Citações dos artigosGoogle Acadêmico

a) índice h1 - (>2016) - 11
b) índice i10 - (>2016) - 10

MIAR - ICDS (2021) - 6.3

Fale conosco