Sinais de uma Guerra: Trauma e Crise Histórica em Sinais de Fogo, de Jorge de Sena

Orlando Nunes de Amorim

Resumo


O romance Sinais de Fogo, de Jorge de Sena, promove uma interpenetração entre experiência individual - a crise amorosa por que passa o protagonista, apresentada como um verdadeiro trauma psicológico - e experiência coletiva - a crise histórica representada pelo início da Guerra Civil Espanhola e seus primeiros reflexos em Portugal -, relacionando a história do protagonista e a História de Portugal. O cruzamento das experiências acaba por ser transmudado em poesia, como forma de superação da crise que o herói, convertido em poeta, realiza ao final do romance. 

The novel Sinais de Fogo by Jorge de Sena makes an interplay between the individual experience - an amorous crisis to which the protagonist is exposed to, presented as a real psychological trauma - and the collective experience - the historical crisis represented by the Spanish Civil War and its consequences in Portugal - joining the story of the protagonist with the History of Portugal. The interception of the experiences turns out poetry, a way to transcend the crisis, that the hero, turned into poet, performs at the end of the novel. KEYWORDS: Jorge de Sena; Spanish Civil War; Literature and History.


Palavras-chave


Jorge de Sena; guerra civil espanhola; literatura e história

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1678-2054.2005v6p2

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Publicação do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina.  


ISSN: 1678-2054

QUALIS - CAPES 2013-2016: Letras/Linguística: B1 ; Educação: B2

Os artigos têm Identificador de Objeto Digital (DOI). 
 
Índice de Citações dos artigosGoogle Acadêmico

a) índice h1 - (>2016) - 11
b) índice i10 - (>2016) - 10

MIAR - ICDS (2021) - 6.3

Fale conosco