O Cuidar na Concepção dos Cuidadores: um estudo com familiares de doentes crônicos em duas unidades de saúde da família de São Carlos-SP

Cinira Conceição Longo Cardoso, Maria Helena Pereira Rosalini, Maria Tereza Mendes Alves Pereira

Resumo


O presente estudo buscou analisar as alterações ocorridas na vida de pessoas que passaram a ser cuidadores, estando os mesmos cadastrados nos territórios de duas Unidades de Saúde da Família de São Carlos-SP. Para isso, realizamos pesquisa de campo de abordagem qualitativa, sendo os dados coletados mediante a utilização de entrevista semi-estruturada e analisados através da técnica de análise de conteúdo. A pesquisa demonstrou que todas as cuidadoras são do sexo feminino, ligadas ao dependente por vínculos de parentesco. As cuidadoras recebem pouco suporte econômico e psicossocial para desempenhar a função, representando uma sobrecarga e modificações em seus cotidianos. Também revelaram não ter obtido informações dos serviços de saúde quando iniciaram as práticas de cuidado, mas que com as atividades da Equipe de Saúde da Família sentem melhora no atendimento.


Palavras-chave


cuidadores; Cuidar; Estratégia Saúde da Família.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2010v13n1p24



Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br