A Intervenção Profissional do/ Assistente Social nas Demandas Sociojurídicas da Comarca De Marabá (PA)

Edevaldo da Luz Azevedo, Reinaldo Nobre Pontes

Resumo


Este trabalho se apresenta como fruto de uma pesquisa qualitativa voltada a explicitar o processo de intervenção técnica dos/as assistentes sociais do Poder Judiciário paraense no trato das demandas sociojurídicas, com o objetivo de analisar as dimensões ético-políticas e técnico-operativas do exercício profissional em Serviço Social e suas determinações históricas e sociopolíticas, enquanto profissão inserida no campo sociojurídico, a partir de sua operacionalização na Comarca de Marabá-PA.

Palavras-chave


Estado; Serviço Social; Poder Judiciário; Demandas Sociojurídicas; Exercício Profissional.

Texto completo:

PDF

Referências


ALAPANIAN COLMÁN, S. A formação do serviço social no poder judiciário: reflexões sobre o direito, o poder judiciário e a intervenção do serviço social no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo 1948-1988. 2004. 355 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2004.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Ed. 70, 2011.

BEHRING, Elaine Rossetti. Brasil em Contra-Reforma: desestruturação do Estado e perda de direitos. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Lisboa: Difel, 1989.

BRASIL. Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União. Portal da Transparência. Transferência de Recursos por Estado/Município: UF: PA, Município: Marabá Exercício: 2017. Brasília, 2017. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2018.

CARNOY, M. Estado e teoria política. 2. ed. Campinas: Papirus, 1988.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL. O estudo social em perícias, laudos e pareceres técnicos: contribuição ao debate no Judiciário, Penitenciário e na Previdência Social. São Paulo: Cortez, 2003.

COUTINHO, C. N. Gramsci: um estudo sobre seu pensamento político. Rio de Janeiro: Campus, 1989.

DUTRA, L. Direito constitucional essencial. 3. ed. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: Método, 2017.

ENGELS, F. A origem da família, da propriedade privada e do estado.9. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1984.

FARIA, J. E. O poder judiciário nos universos jurídico e social: esboço para uma discussão da política judicial comparada. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, v. 22, n. 67, set. 2001.

FÁVERO, E. T. O estudo social: fundamentos e particularidades de sua construção na Área Judiciária. In: CFESS (Org.). O estudo social em perícias, laudos e pareceres técnicos: contribuições ao debate no judiciário, penitenciário e na previdência social. São Paulo: Cortez, 2003.

FÁVERO, E. T.; MELÃO, M. J. R.; JORGE, M. R. T. O serviço social e a psicologia no judiciário: construindo saberes, conquistando direitos. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

GAGLIETTI, M. O discurso jurídico como articulador da “sociedade”. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, v.22, n. 67, p. 83-91, set. 2001.

IAMAMOTO, M. V. Serviço social em tempo de capital fetiche: capital financeiro, trabalho e questão social. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas. Marabá-PA: panorama. Disponível em: . Acesso em: 17 abr. 2018.

LAURELL, A. C. Estado e políticas sociais no neoliberalismo. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

LAVORATTI, Cleide; COSTA, Dorival (Org.). Instrumentos técnico-operativos no serviço social: um debate necessário. Ponta Grossa: Estúdio Texto, 2016.

NETTO, J. P. Capitalismo monopolista e serviço social. São Paulo: Cortez, 1992.

PARÁ. Tribunal de Justiça. Código Judiciário: resolução nº 7. Belém, 1972. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2018.

SANTOS NETO, F. A institucionalização do serviço social no Pará: uma profissão inscrita na Amazônia. In: JORNADA INTERNACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS, 8., 2017, São Luís. Anais... São Luís: Universidade Federal do Maranhão, 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2018v21n1p311

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br