Questão urbana e habitacional e Pós-Graduação em Serviço Social no Brasil

Joana Valente Santana

Resumo


O presente artigo discute a ocorrência da questão urbana e habitacional no âmbito da Pós-Graduação em Serviço Social no Brasil, nos últimos cinco anos, com base nos temas dos Grupos de Pesquisa, disciplinas ofertadas e produção acadêmica discente nos Programas de Pós-Graduação da Área de Serviço Social. Como procedimento metodológico realizou-se um levantamento na Plataforma Sucupira/CAPES (período de 2013 a 2017) para coleta de dados nos relatórios dos 34 PPG/Serviço Social, com ênfase nas “Disciplinas” e “Trabalhos de Conclusão” (mestrado e doutorado), bem como na página do CNPq para levantamento dos Grupos de Pesquisa. Os resultados apontam que: a) na Plataforma Lattes existem 24 grupos com o tema da questão urbana e habitacional; b) que os dados disponíveis nos Relatórios dos 34 PPG registram 17 disciplinas ofertadas sobre o tema, sendo Milton Santos o autor mais indicado para leitura nessas disciplinas; c) dos 2.545 trabalhos de conclusão de curso cadastrados (de 2013 a 2017), 3,6% (91) tratam da questão urbana e habitacional; d) desses 91 trabalhos de conclusão, 80,2% enfatizam especificamente o tema da habitação e 21% fazem articulação com a atuação profissional do Assistente Social. A pesquisa na área urbana e habitacional está em consonância com o projeto ético-político do Serviço Social brasileiro.

Palavras-chave


Questão urbana; Questão da habitação; Pós-Graduação; Serviço Social

Texto completo:

PDF

Referências


BONDUKI, N. G. Origens da habitação social no Brasil. Análise Social, Lisboa, v. 29, n. 127, p. 711-732, 1994. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2018.

BONDUKI, N. G.; ROLNIK, R. Periferia da grande São Paulo: reprodução do espaço como expediente de reprodução da força de trabalho. In: MARICATO, E. (Org.). A produção capitalista da casa (e da cidade) no Brasil industrial. São Paulo: Alfa-Ômega, 1979. p. 117-154.

CAPES - COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Relatório de Avaliação 2013-2017/Quadrienal 2017. Brasília: CAPES, 2017.

CARDOSO, I. C. C. Cidade capitalista e política urbana no Brasil do século XXI: como pensar a realidade periurbana? In: SANTANA, J. V.; HOLANDA, A. C. G.; MOURA, A. S. F. (Org.). A questão da habitação em municípios periurbanos na Amazônia. Belém: EdUFPA, 2012. p. 29-52.

CFESS - CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL. Atuação de assistentes sociais na política urbana: subsídios para reflexão. Brasília: CFESS, 2016. (Trabalho e projeto profissional nas políticas sociais, v. 5).

CFESS - CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL. Na Copa, comemorar o que? CFESS Manifesta. Brasília, 15 maio 2014. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2018.

DENALDI, R. Assentamentos precários: identificação, caracterização e tipos de intervenção. In: BRASIL. Ministério das Cidades. Secretaria Nacional de Habitação. Curso à distância: planos locais de habitação de interesse social. Brasília: Secretaria Nacional de Habitação, 2009. p. 107-131. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2010.

DINIZ, T. M. R. G. Renovação urbana e desigualdades socioespaciais: contribuição para o debate. In: GOMES, M. F. C. M.; MAIA, R.; CARDOSO, I. C. C.; FRANÇA, B. A. (Org.). Renovação urbana, mercantilização da cidade e desigualdades socioespaciais. Rio de Janeiro: Mauad X, 2013. p. 221-233.

ENGELS, F. A situação da classe trabalhadora na Inglaterra. Porto: Afrontamento, 1975.

GOMES, M. F. C. M. et al. (Org.). Renovação urbana, mercantilização da cidade e desigualdades socioespaciais. Rio de Janeiro: Mauad X, 2013.

GOMES, M. F. C. M.; BARBOSA, Maria José de Souza. Cidade e sustentabilidade: mecanismos de controle e resistência. Rio de Janeiro: Terra Vermelha, 2010.

GOMES, M. F. C. M.; PELEGRINO, A. I. C. (Org.). Política de habitação popular e trabalho social. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

HARVEY, D. A produção capitalista do espaço. São Paulo: Annablume, 2005.

LEFEBVRE, H. A cidade do capital. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

LOJKINE, J. O Estado capitalista e a questão urbana. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

MARICATO, E. Autoconstrução, a arquitetura possível. In: MARICATO, E. (Org.). A produção capitalista da casa (e da cidade) no Brasil industrial. São Paulo: Alfa-Ômega, 1979. p. 71-93.

MARICATO, E. Brasil, cidades: alternativas para a crise urbana. Petrópolis: Vozes, 2001.

MOTA, A. E. Serviço Social brasileiro: insurgência intelectual e legado político. In: SILVA, M. L. O. (org.). Serviço Social no Brasil: história de resistências e de ruptura com o conservadorismo. São Paulo: Cortez, 2016. p. 165-182.

SANTANA, J. V. Desenho ideológico do BID: modelo de gestão no Promaben em Belém, Pará. Revista Katálysis, Florianópolis, v. 15, n. 1, p. 21-31, jan./jun. 2012.

SANTANA, J. V. Gestão de cidades no Brasil: estratégias e orientações do Banco Interamericano de Desenvolvimento. Campinas: Papel Social, 2013.

SANTOS JUNIOR, O. A.; SANTOS, C. Impactos econômicos dos megaeventos: investimentos públicos, participação privada e incertezas. In: SEMINÁRIO NACIONAL MEGAEVENTOS, 2013, Rio de Janeiro. Anais [...]. [S. l.]: Observatório das Metrópoles. 2013. Disponível em: http://direitoamoradia.org/wp-content/uploads/2014/02/impactos-economicos-dos-megaeventos-observatorio-das-metr%C3%B3poles.pdf. Acesso em: 10 maio 2014.

SANTOS, M. A urbanização brasileira. São Paulo: Hucitec, 1993.

SILVA, M. O. S. Política habitacional brasileira: verso e reverso. São Paulo: Cortez, 1989.

SOUZA, A. K. Vila da Barca, das palafitas ao conjunto habitacional: análise sobre a (im)permanência dos moradores na área. 2011. 203 f. Dissertação (Mestrado em Servico Social) - Universidade Federal do Pará, Belém, 2011.

TOPALOV, C. Da questão social aos problemas urbanos: os reformadores e a população das metrópoles em princípios do século XX. In: RIBEIRO, L. C. Q.; PECHMAN, R. (Org.). Cidade, povo e nação: gênese do urbanismo moderno. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1996. p. 23-51.

VALLADARES, L. P. (Org.). A invenção da favela: do mito de origem a favela.com. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

VALLADARES, L. P. (Org.). Passa-se uma casa: análise do programa de remoções de favelas do Rio de Janeiro: Zahar, 1980.

VALLADARES, L. P. (Org.). Repensando a habitação no Brasil. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1983.

VILLAÇA, F. O que todo cidadão precisa saber sobre habitação. São Paulo: Global, 1986. (Cadernos de educação política; Série sociedade e Estado, n. 16).




DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2018v21n1p217

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br