O Assistente Social como trabalhador na Política de Assistência Social

Elisa Maria Brisola

Resumo


O presente artigo objetiva refletir sobre a realidade profissional do assistente social como trabalhador na política de assistência social. Analisa as mudanças operadas na política sociais públicas, sobretudo na Assistência Social, inserida no campo tensionado da Seguridade Social em tempos de reação conservadora e crise do capital. Aponta os desafios postos aos profissionais e indica possibilidades de resistência junto aos demais trabalhadores. O artigo é parte da pesquisa financiada pelo CNPq, realizada na Região Metropolitana do Vale do Paraíba no período de 2011-2014 com assistentes sociais que atuam no Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Os profissionais das instituições públicas e privadas, de municípios de todos os Portes estabelecidos na Política Nacional de Assistência Social foram entrevistados a partir de um roteiro de questões afetas ao trabalho profissional

Palavras-chave


Assistente Social; Trabalho Profissional; Políticas Sociais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2016v19n1p05

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Serviço Social em Revista

ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br