O preconceito e a prática profissional do assistente social: os valores e o projeto profissional crítico

Gênesis de Oliveira Pereira

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo debater as possibilidades de práticas profissionais livres de preconceito. Para a realização de tal debate, é traçada uma problematização sobre a origem dos valores, desvalores e dos preconceitos. Abordou-se a especificidade do trabalho e a alienação na sociedade capitalista. Posteriormente, foi apresentado o projeto ético-político do Serviço Social, articulado ao movimento democrático vivido na sociedade brasileira. Por fim, debateu-se o preconceito e a prática profissional do assistente social, buscando elementos ético-políticos, potencialmente, capazes de combater esse desvalor, no âmbito da categoria profissional, e fortalecer o projeto profissional crítico

Palavras-chave


Trabalho; Alienação; Consciência; Projeto ético-político; Preconceito

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2016v18n2p189

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br