Teoria social de Marx: conhecimentos e contribuições ao trabalho do assistente social

Lindamar Alves Faermann

Resumo


Evidenciam-se, no estudo apresentado neste artigo, as contribuições da teoria social de Marx para o trabalho do assistente social, e são elucidados conhecimentos e mediações importantes, resultantes dessa perspectiva teórico-metodológica no campo profissional. Na sua composição, apresenta-se, inicialmente, um panorama geral sobre a inserção do pensamento marxista no Serviço Social brasileiro e, na sequência, discute-se o papel da teoria social no âmbito da profissão, pontuando alguns equívocos que permeiam essa discussão, em especial, no tocante à instrumentalização técnico-profissional. Com base nessas considerações, são assinalados os avanços na produção do conhecimento em Serviço Social, a partir da sua interlocução com a produção marxiana e sua tradição, que concorreram, decisivamente, para oxigenar e qualificar a profissão, assim como, para oferecer subsídios teórico-políticos ao trabalho do assistente social.  


Palavras-chave


Serviço Social; Trabalho Profissional; Teoria Social de Marx

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2016v18n2p34

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br