O processo de reinserção social do portador de transtorno mental: entraves e problemáticas

Isabelly Regina Paiva da Silva, Cristiane do Socorro Loureiro de Lima

Resumo


Este trabalho teve como objetivo identificar os principais entraves encontrados no processo de reinserção social do portador de transtorno mental, internado na clínica psiquiátrica da Fundação Pública Estadual Hospital Clínicas Gaspar Vianna. Realizou-se uma breve contextualização acercada função social do hospital psiquiátrico e a reinserção social do portador de transtorno mental. Para tanto, escolheu-se a pesquisa quanti-qualitativa e a coleta de dados se deu por meio de questionários e pesquisa em prontuários. Os sujeitos da pesquisa foram seis assistentes sociais que atuam na clínica psiquiátrica da FHCGV e uma amostra de 174 prontuários. Foi possível identificar os seguintes entraves: a sobrecarga da família em relação ao cuidado com o familiar adoecido; baixa qualificação dos profissionais de saúde; o desconhecimento da família e da sociedade em relação à doença mental; a desorganização da Rede de Atenção Psicossocial entre outros.

Palavras-chave


Clínica psiquiátrica; Reinserção social; Portador de transtorno mental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2018v20n2p143

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br