O debate contemporâneo sobre a gestão social

Ademir Alves da Silva

Resumo


O presente texto consiste em reflexão crítica sobre as tendências da gestão social, entendendo que a despeito da disseminação e da generalização, na década de 1990, do uso da expressão gestão social, sob perspectiva multidisciplinar, a mesma constitui objeto da intervenção profissional do Serviço Social brasileiro desde a gênese da profissão, no Brasil, na década de 1930, ainda que sob diferentes abordagens, tributárias de projetos societários oponentes. A gestão social ocupa-se da reprodução da vida social respondendo, direta ou indiretamente, às exigências da esfera da produção. Tendo como objeto a provisão de bens e serviços, privilegia o equacionamento de demandas sociais, opondo-se à lógica mercantil. Arena de lutas por acesso à riqueza social e à participação social e política, a gestão social é abordada sob a perspectiva de busca de alternativas em direção a uma sociedade igualitária e justa.


Palavras-chave


Serviço Social; Gestão Social; Política Social, Seguridade Social

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2013v16n1p211



Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br