Os fundamentos que sustentaram o surgimento das escolas de reforma no Brasil

Viviani Yoshinaga Carlos, Silvia Alapanian

Resumo


Neste ensaio, apresentamos os fundamentos ideológicos que derem sustentabilidade para a elaboração e organização das primeiras Escolas de Reforma no Brasil. Precursoras do modelo de socioeducação que temos nos dias de hoje, estas Escolas foram idealizadas a partir dos estudos de médicos e juristas brasileiros no início do século XX, que justificaram a necessidade de intervenção do Estado face à criminalidade da infância e da adolescência pobres do país, defendendo uma ideia de educação articulada à justiça e assistência.

Palavras-chave


socioeducação, educação, assistência, Escolas de Reforma

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2013v15n2p103



Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br