A concepção e formato do programa atitude

Aline Pedrosa Fioravante

Resumo


O Programa Atitude foi uma proposta de intervenção social promovido pelo governo do Estado do Paraná com objetivo de atuar junto aos municípios que apresentavam situação de vulnerabilidade social e violação dos direitos de crianças e adolescentes. O Programa priorizou a formação de Redes de Proteção locais que incluíssem ações, programas e projetos de caráter público ou privado, de modo a atender a população, principalmente com fragilidade de vínculos familiares; uso de drogas; evasão escolar; baixa oferta de atividades lúdicas, esportivas, artísticas e culturais; carência de práticas de convivência comunitária. O Programa contou com o financiamento do Fundo Estadual da Infância e Adolescência (FIA), com aprovação do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Paraná (CEDCA-PR), realizado durante os anos de 2008 a 2011 sob a gestão compartilhada entre Estado e municípios. A execução do Programa privilegiou o trabalho por meio de equipes interdisciplinares (184 técnicos das áreas de Psicologia, Serviço Social, Educação Física, Artes e Ciências Sociais) e estagiários distribuídos nos 34 núcleos do Programa para realização de diagnóstico local, a articulação da rede e as ações de execução direta com as crianças, adolescentes e suas famílias. 


Palavras-chave


Crianças e adolescente; Direitos sociais; Proteção social

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2012v15n1p21



Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br