Intervenção com a família para o fortalecimento dos vínculos familiares no enfrentamento da violência contra a criança e o adolescente

Dione Lolis, Lisa Mitiko Koga Kuriki

Resumo


Este estudo foi desenvolvido em uma comunidade de alta vulnerabilidade social e que convive com diversas situações de violência. Situações estas que motivaram esta pesquisa, e que tem por objetivo discutir sobre a importância da intervenção com a família para o fortalecimento dos vínculos familiares no enfrentamento da violência contra a criança e o adolescente. É uma pesquisa qualitativa, realizada no âmbito do trabalho de uma das equipes do Programa Atitude de Londrina, da Secretaria de Estado da Criança e Juventude do Paraná, na qual foram utilizados os registros das visitas institucionais, os relatórios da equipe de trabalho, os registros de campo do grupo com famílias e ainda uma discussão grupal direcionada por um roteiro de questões semiestruturadas. Constata que as relações de violência nas famílias decorrem de sua vivência, da aprendizagem e de sua realidade de extrema vulnerabilidade social. Verifica que o trabalho da equipe possibilitou que as famílias refletissem sobre suas próprias vivências e, por outro ângulo, permitiu que dessem os primeiros passos para a mudança, podendo colaborar no enfrentamento das violências. Não pretende aqui concluir nenhuma ideia, mas compartilhar experiências significativas, esperando que possa fomentar outras discussões, reflexões e novas propostas de trabalho nesta área.

Palavras chaves: Família. Criança e adolescente. Violência. Fortalecimento de vínculos. Trabalho com famílias.

Abstract

This study was developed in a community of high social vulnerability that coexists with several kinds of violence. The situations, that motivated this research, have the purpose to discuss the importance of intervention in the family to strengthening its ties in order to face the violence against children and adolescents. It's a qualitative survey, conducted with work objective of one of teams of the Londrina Attitude Program, of a Government program idealized by the State Department of children and Youth of Paraná, in which were used the records of institutional visits, the reports from the staff, the group field records with the families, and even a group discussion guided by a script with semi structured issues. The present work also notes that the relations of violence in families stem from their experience, their learning progress and social reality of extreme vulnerability. According the research, it also could be seen that the team's work made it possible for the families to reflect on their own experiences and, further, allowed they could take the first steps for change and collaborate in addressing the violence. It is not the purpose of this work end any idea here, but share important experiences that can foster further discussions, reflections and new proposals for work in this area.

Keys Words: Family. Children and adolescents. Violence. Strengthening family ties. Working with families.


Palavras-chave


Família. Criança e adolescente. Violência. Fortalecimento de vínculos. Trabalho com famílias

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2012v15n1p65



Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br