Programa escola de pais: uma proposta de intervenção junto a pais de adolescentes institucionalizados

Helen Patricia Paulino Furtado, Carla Maria Lima Braga

Resumo


O artigo apresenta o Programa Escola de Pais, desenvolvido no Centro de Socioeducação Londrina II com os familiares dos adolescentes internados na instituição. Constitui-se em uma modalidade de ação construtiva e emancipatória em consonância com o objetivo superior da instituição, qual seja o de promover o desenvolvimento integral dos socioeducandos. Proporciona apoio, escuta, orientação e aprendizado aos pais, focalizando a melhoria e o fortalecimento das relações familiares, visando a sua harmonia. O programa atende aos dispositivos legais estabelecidos pela Constituição Federal e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, bem como aos princípios do SINASE ? Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo, cujas diretrizes reconhecem a importância e a responsabilidade da família para o desenvolvimento infantojuvenil. As ações teóricas e práticas são fundamentadas no referencial teórico psicanalítico, sobretudo nos escritos do pediatra e psicanalista D. W. Winnicott acerca da Teoria do Amadurecimento Pessoal, a respeito da adolescência e da tendência antissocial. Este trabalho foi desenvolvido a partir de intervenção junto a famílias, e a avaliação qualitativa das reuniões foi realizada por meio da análise do discurso dos participantes, tendo sido utilizado o método interpretativo psicanalítico.

Palavras-chave


Adolescentes; Família; Intervenção; Instituição; Desenvolvimento integral; Psicanálise.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2011v14n1p145



Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br