Perfil das crianças e adolescentes atendidas no Programa Sentinela: compreendendo o fenômeno da violência

Karin Cristiane Freitag

Resumo


Este trabalho surgiu do interesse em conhecer as complexidades das demandas do Programa Sentinela da cidade de Blumenau, para fazer um comparativo com o fenômeno da violência e suas diversas especificidades apresentadas na literatura. A partir deste interesse, foi realizada a intervenção e posteriormente um tracejo, que objetivou contribuir na confecção de um documento que apresentasse um perfil das crianças e adolescentes atendidas no Programa Sentinela de Blumenau, vítimas das diversas violências. Tal documento tem o intuito de colaborar com dados municipais, estaduais e nacionais. Esta intervenção teve como metodologia a pesquisa documental de cunho quantiqualitativo e levantamentos bibliográficos que contribuíram para analisar os dados levantados. O universo da pesquisa documental foram todas as crianças e adolescentes do referido programa, por meio dos prontuários de atendimentos. Os resultados deste trabalho apresentam o perfil das vítimas na perspectiva de gênero, idade, escolaridade, tipo de violência, raça/etnia, renda familiar, o vínculo com o agressor e, ainda, o órgão encaminhador da Medida de Proteção.


Palavras-chave


Crianças; Adolescentes; Fenômeno; Violência; Programa Sentinela.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1679-4842.2010v13n1p119



Serviço Social em Revista

E-ISSN: 1679-4842

E-mail: ssrevista@uel.br