Desgramaticalização de {-inho}

Alcides Fernandes de Lima

Resumo


Este trabalho aborda o processo de mudança em que o afixo {-inho} torna-se uma forma livre, que funciona ora como adjetivo, ora como substantivo. Consideramos tal processo um fenômeno de desgramaticalização, pois, observando o itinerário desse processo, podemos perceber que a variante “-inho”, que etimologicamente provém do sufixo flexional {-inu}, do latim, adquiriu reforço fonológico, com a adjunção do segmento [z] à sua base, e se ressemantizou em “zinho” que, em alguns contextos, assume forma e função de um nome, significando “indivíduo”, “pessoa”. Isso pode ser sintetizado da seguinte maneira: (-inu) > - inho > -zinho > zinho > adj. > subst.


Palavras-chave


desgramaticalização; mudança linguística; português brasileiro.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2009v12n2p205



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876