Crenças de licenciandos em Letras sobre o ensino do inglês

Telma Nunes Gimenez, Elaine Fernandes Mateus, Denise Ismênia Bossa Grassano Ortenzi, Simone Reis

Resumo


A literatura na área de educação tem sugerido que professores possuem crenças implícitas sobre ensino/aprendizagem que guiam seu planejamento e os processos de tomada de decisões em sala de aula (Munby, 1982; Verloop, 1989; Johnson, 1994, dentre outros). Tem sido igualmente argumentado que alunos de licenciaturas ingressam nesses programas com imagens sobre ensino/aprendizagem (Lortie, 1975, Bennett & Carré, 1993). Esta perspectiva encontra respaldo na área de pensamento do professor, que procura compreender o ensino a partir de como pensam e agem os profissionais (Calderhead, 1987). Embora estudos em educação venham trabalhando nessa perspectiva desde o início dos anos 80, no ensino de língua estrangeira a incorporação deste referencial teórico é recente (vide Gimenez, 1995).


Palavras-chave


Crenças; Alunos licenciados; Ensino de inglês.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5433/2237-4876.2000v3n1p125



Signum: Estudos da Linguagem
Telefone: (43) 3371-4428
E-mail: signum@uel.br
ISSN: 2237-4876